logo
20.08.2019 · Vereador Otávio Trad
Transformar Hotel Campo Grande em moradia popular é solução inovadora para reduzir déficit habitacional, avalia vereador
img_9682_ver_otavio_trad_fto_izaias_medeiros

O vereador Otávio Trad usou a Tribuna da Câmara Municipal em sessão ordinária desta terça-feira (20) para discutir o projeto da Prefeitura de Campo Grande que prevê a desapropriação do Hotel Campo Grande para construção de moradias populares.

O projeto foi apresentado ontem, em Brasília, pelo prefeito Marquinhos Trad, ao ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto. A ideia é transformar os 82 apartamentos do hotel em 117 moradias populares. “Esse projeto tem tido êxito no Brasil afora, e consiste em aproveitar imóveis inutilizados localizados em centros urbanos e transformá-los em moradias populares”, explica vereador.

Ainda de acordo com o parlamentar este projeto dá continuidade ao trabalho que a Prefeitura de Campo Grande tem desenvolvido desde 2017. “A Prefeitura já possui já 588 unidades habitacionais pré-aprovadas pela Caixa Econômica Federal, para serem liberadas, aguardando apenas o Ministério do Desenvolvimento, com este projeto, conseguiremos garantir o direito de moradia a mais famílias.”

Para o vereador, transformar o hotel em moradias populares também trará benefícios para a região central da Capital uma vez que volume de habitantes irá aumentar e com isso haverá incremento no fluxo de vendas do comércio da região. “Claro que a Prefeitura terá de fazer adaptações logísticas se necessário, mas com a viabilização deste projeto, haverá a expansão do comércio na região central, o que vai de encontro com Reviva Centro, que prevê também a revitalização do centro como área comercial.”

Heloísa Lazarini
Assessoria de Imprensa Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.