logo
10.03.2022 · Reunião
Grupo Santa apresenta aos vereadores projeto de investimento de R$ 600 milhões em hospital
img_8358_grupo_santa_apresenta_projeto_de_hospital_para_vereadores_fto_izaias_medeiros

Representantes do Grupo Santa, detentor dos hospitais Santa Lúcia, no Distrito Federal, se reuniram com os vereadores, nesta quinta-feira (10), para apresentar o projeto de construção de mais uma unidade da rede, onde atualmente fica o Hospital do Coração, no centro de Campo Grande. O projeto terá investimento inicial de R$ 150 milhões e deve entrar em operação até 2024.

“Pretendemos oferecer um padrão diferenciado de saúde. Vamos elevar o nível da qualidade de atendimento hospitalar aos cidadãos de Campo Grande. É algo diferenciado que ainda não foi visto e é novo no Centro-Oeste”, garantiu o diretor-financeiro do Grupo, Gilson Machado.

O Grupo pretende investir, nos próximos 7 anos, mais de R$ 600 milhões no projeto. Serão mais de 500 empregos diretos gerados, além de vagas indiretas em serviços auxiliares, como segurança, alimentação e transporte.

“Pretendem ampliar de 100 para 400 leitos hospitalares. Será um dos maiores hospitais do Brasil”, disse o vereador Dr. Victor Rocha, presidente da Comissão Permanente de Indústria, Comércio, Agropecuária e Turismo. “Isso vai aumentar ainda mais a geração de empregos, além de trazer investimentos para Campo Grande. Todos entendemos a importância do Grupo Santa, que terá apoio total da Câmara de Vereadores para que isso seja uma realidade”, completou.

O plano é ampliar o número de leitos nos primeiros meses, construir um novo centro cirúrgico e modernizar o pronto-socorro. Com as unidades no país, o Grupo Santa tem 3.600 médicos trabalhando em dez unidades que somam 1.300 leitos e realiza, em média, 70 mil atendimentos mensais.

Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.