logo
16.05.2013 · Vereador Gilmar da Cruz
Gilmar da Cruz defende constituição e a família tradicional
69c1d5e31c1f16597f629d88f995fcea

 

Tendo em vista a decisão acatada pelo Conselho Nacional de Justiça, que ferindo a Constituição Federal, autorizou a união entre pessoas do mesmo sexo, os vereadores de Campo Grande mostraram indignação e repúdio à decisão na Sessão dessa quinta-feira (16).
 
A decisão do CNJ é que todos os cartórios sejam obrigados a realizarem casamento entre pessoas do mesmo sexo, e foi aprovada nesta terça-feira (14) pelo presidente do Conselho, o ministro Joaquim Barbosa
 
O vereador Gilmar da Cruz disse que jamais é contra a escolha de qualquer pessoa, e que os evangélicos respeitam os homo-afetivos, mas ressalta que todos tem que ter direitos iguais, dentro do que está na constituição. "O direito de uma pessoa acaba onde começa o da outra, eu jamais terei preconceito, mas também defendo a minha fé, defendo o que está na Bíblia, os meus ideais e princípios, assim como também a família tradicional" disse.
 
Victor S. Monteiro
Assessoria de Imprensa do Vereador
 
Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.