logo
15.09.2020 · Vereador Delegado Wellington
Delegado Wellington aciona Procon e Delegacia do Consumidor para fiscalizar aumento no preço dos alimentos
ofico_salomo

Dando seguimento as investigações de estabelecimentos que estão praticando preços abusivos em itens básicos da cesta básica, o vereador Delegado Wellington (PSDB), se reuniu com o superintende do PROCON-MS, Marcelo Salomão e com o delegado Wilton Vilas Boas, titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo de Campo Grande para alinhar medidas de fiscalização na Capital.

“Desde o mês de agosto os alimentos tem aumentado absurdamente nas gôndolas dos supermercados, e desde então tenho cobrado das autoridades uma fiscalização ostensiva em estabelecimentos que estão praticando preços abusivos em alimentos e em revendas de gás, que estão formando cartéis na Capital. Não é razoável esse aumento em itens da cesta básica e gás de cozinha, ainda mais em plena pandemia, onde muitas pessoas perderam suas rendas”, destacou Delegado Wellington.

Atendendo a solicitação do parlamentar, o superintendente do PROCON-MS, Marcelo Salomão, garantiu que medidas estão sendo tomadas após a solicitação.

“O vereador Delegado Wellington tem nos cobrado com frequência diante dessa situação do aumento abusivo nos preços. Esse é um trabalho que ele tem feito de forma sistémica na Câmara Municipal, com isso já notificamos todos os atacarejos de Campo Grande e nesta semana iniciará uma fiscalização em supermercados e mercados de grande e pequeno porte”, garantiu Marcelo Salomão.

Os estabelecimentos terão que apresentar notas de compras dos produtos, principalmente do arroz que tem sido o vilão da cesta básica, para saber qual a margem de lucro e determinar se está sendo praticado um repasse abusivo ao consumidor.

Confira nas imagens o ofício encaminhado ao Órgão de Proteção ao Consumidor:

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.