logo
09.11.2017 · Orçamento
Vereadores apresentaram 286 emendas ao projeto do orçamento 2018

O setor de urbanismo foi o que mais teve emendas apresentadas pelos vereadores ao projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício 2018, com um total de 117 emendas dos vereadores para esta área. Ao todo foram 286 emendas dividas entre 14 áreas.

A peça orçamentária apresentada pela prefeitura apresenta um aumento de 3,13% equivalente a R$ 3.702.397.000,00 para 2018. Após a apresentação do projeto, os vereadores iniciarem trabalho de análise e propuseram emendas, sendo o setor de urbanismo que corresponde, por exemplo, a pedidos de pavimentação asfáltica, foi responsável por quase 40% das emendas apresentadas.

A segunda área com maior número de emendas foi a de transporte com 71 emendas (24% do total), seguida de educação com 36 emendas, desporto e lazer com 28 emendas, saúde com 21 emendas, cultura com seis, administração, assistência social, gestão ambiental e agricultura com três cada uma, direitos da cidadania com duas emendas e demais setores com uma emenda cada.

O relator da LOA e presidente Comissão de Finanças e Orçamento, Eduardo Romero (Rede) destaca que pelo projeto encaminhado pelo Executivo o investimento para o próximo exercício financeiro do município tem previsão de R$ R$ 3.702.397.000,00, o que representa um aumento de R$ 112.397.000,00 se comparado com a previsão deste ano que foi de R$ 3.590.000.000,00. Porém, o relator ressalta que pelo projeto enviado pelo executivo, várias áreas estão com previsão de investimento menor, como é o caso de transporte, que tem a maior queda percentual de investimento (-3,1%) seguido de saúde com 1,59% a menos que em 2017.

O próximo passo agora é de avaliar na relatoria da LOA 2018 quais são as emendas aptas a serem incorporadas ao orçamento, que deverá ser votado até o dia 21 de dezembro, data da última sessão ordinária do ano. 

Assessoria de Imprensa

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.