logo
06.12.2018 · Vereador Odilon de Oliveira
Vereador Odilon alerta para infestação de escorpiões e cobra campanhas educativas por parte da Prefeitura
escorpio

Preocupado com o surto de escorpiões nessa época do ano, o vereador Odilon de Oliveira solicitou à Prefeitura Municipal informações e até mesmo providências sobre campanhas adotadas, no sentido de orientar a população sobre o tema.

De acordo com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), nos 10 primeiros meses de 2018, contabilizou-se 411 incidentes envolvendo escorpiões na Capital. Conforme, Cláudia Macedo, médica veterinária do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) há infestações em todas as regiões da cidade, com ênfase nos bairros próximos aos córregos.

A orientação é que os moradores façam também as barreiras físicas. “Orientamos para que não usem inseticidas, sem antes fazer as barreiras, eliminar materiais inservíveis, entulhos, folhas, galhos e objetos que podem servir de abrigo para os escorpiões, pois caso contrário podem agravar ainda mais. Conforme Claúdia, depois de feita a barreira, a prefeitura faz a desinsetização, conforme solicitação.

Para o parlamentar, o objetivo principal é fomentar uma campanha educativa e combater de forma eficaz, prevenindo a proliferação desses animais peçonhentos. “A ideia é que coordenadores de escolas e servidores da saúde sejam capacitados sobre as medidas preventivas e possam atuar como multiplicadores junto aos estudantes e à população em geral, por meio de folhetos e vídeos educativos”, destacou Odilon de Oliveira.v

RECOMENDAÇÕES

Examinar roupas, toalhas e calçados, antes de usá-los; conservar camas e berços afastados da parede e evitar que lençóis e cobertas toquem o chão; proteger as soleiras das portas; eliminar frestas nas paredes, muros, pisos, tetos, janelas e portas; eliminar baratas (alimento preferido do escorpião); manter limpas e vedadas caixas de gordura, de esgoto, rede elétrica e telefonia; colocar telas ou manter fechados os ralos; manter terrenos baldios sempre limpos e colocar o lixo em recipientes fechados.

A Sesau alerta que em situação de aparição do animal, o morador deve entrar em contato com o CCZ para receber as orientações. O número do serviço é (67) 3313-5026 (horário comercial) ou no (67)3313-5000 e (67)3314-9955. Se a pessoa for picada por um escorpião ou qualquer outro animal peçonhento ela deve procurar imediatamente uma unidade de saúde para receber o atendimento adequado.

Somente no último final de semana, seis pessoas foram atendidas no UPA Tiradentes, O morador Flávio Nelson de Oliveira, funcionário público estava entre as pessoas que foram picadas pelo animal. “Acredito que a prefeitura precisa fazer um mutirão de limpeza e melhorar o atendimento dos postos, começando pela recepção e pela triagem. Esperei duas horas para ser atendido. Acredito que esse tipo de atendimento deveria ser emergencial.

Elaine Rodrigues
Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.