Vereadores aprovam medida para evitar acidentes em frente às escolas da Capital

09.11.2011 · 12:00 · Projeto

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram em primeira discussão, durante a sessão ordinária desta quarta-feira (9), o Projeto de Lei que dispõe sobre a obrigatoriedade de colocação de faixas elevadas para pedestre em frente de todas as instituições de ensino, públicas ou privadas, localizadas no município. A medida tem autoria do presidente da Casa de Leis, vereador Paulo Siufi (PMDB) e da parlamentar Thais Helena (PT).

 

Pelo texto, a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran/MS) tem por obrigação disponibilizar faixas elevadas de pedestres em frente às escolas públicas e privadas do Município de Campo Grande/MS, que deverão estar a uma distância de no máximo 100 (cem) metros do portão de entrada principal das instituições de ensino.
 


Conforme a matéria, o local onde as faixas elevadas serão colocadas deverá ter sinalização com placas de advertência de velocidade máxima permitida e de passagem sinalizada de pedestres.  A prioridade de instalação e colocação será para as instituições de ensino com maior número de crianças e que apresentem riscos aos pedestres, em função do intenso fluxo  de veículos.
 


Segundo Thais Helena a medida atenderá a demanda de alunos das instituições, bem como os anseios da sociedade que, conforme a parlamentar tem clamado por mais segurança no trânsito. “ A alta velocidade dos carros principalmente em frente as escolas têm colocado em risco a vida das crianças. Os pais devem ter segurança dos filhos irem para as escolas”, defendeu a vereadora.

 

De acordo com o Paulo Siufi, um projeto dessa envergadura tem o intuito de  acolher as solicitações feitas pela população que tem demonstrado insatisfação com o trânsito caótico do município de Campo Grande. “Tenho certeza que a sensibilidade do prefeito Nelsinho Trad Filho vai evitar com que automóveis, possam colocar em risco a vida daqueles que vão em busca de uma educação, de melhorias no ensino. Quando instuímos a campanha pela paz no trânsito tínhamos objetivos concreto de diminuir o alto índice de mortes na nossa cidade. Queremos que a Câmara Municipal tenha seu valor devido como instrumento da população o prefeito vai regulamentar esta Lei, a prioridade são para escolas com maior numero de alunos”, disse Siufi.

 

Para o vereador Marcelo Bluma a proposta é  importante e necessária, principalmente, porque é voltada para defender a vida e dar proteção àqueles que são mais vulneráveis nos acidentes de trânsito como as crianças. “Estamos tratando da segurança da nossa cidade”, disse Bluma.

 

A faixa elevada é aquela implantada no trecho da pista onde o pavimento é elevado. Dessa forma, os veículos são obrigados a reduzir a velocidade ao se aproximarem da faixa de pedestres. "Nós estamos observando que tudo aquilo que estamos falando de prevenção tem partido de iniciativa da sociedade. Espero que o prefeito não vete este projeto porque o legislativo está mostrando como temos de fazer para preservar vidas. Este projeto tem alcance social e humano muito fortes”, acrescentou o vereador Alex (PT).
 

 

 

Ana Rita Chagas

Assessoria de Imprensa Câmara Municipal