ícone whatsapp

Siufi questiona hospital por barrar entrada de Padre durante visita a paciente

15.03.2012 · 12:00 · Palavra Livre

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Paulo Siufi (PMDB) questionou nesta quinta-feira (15), o fato de um religioso ter sido barrado ao visitar um paciente  da Clinica Campo Grande . Siufi demosntrou indignação ao fato,  por ser um ano em que a campanha da fraternidade coloca na pauta de discussão a saúde pública.

 

Siufi classificou como desrespeito  a ação do hospital, ao tomar conhecimento do episodio por meio de uma carta enviada pelo Padre Expedito, da Paróquia São Sebastião, na qual é relatado todo o constrangimento vivenciado pelo vigário. “É um direito do cidadão receber a visita de um religioso para uma palavra amiga. Existe uma lei que garante a entrada de padre para visitar pacientes, disse Paulo Siufi lembrando a Lei 9.982/2000” que garante em seu artigo1º a assistência religiosa.

 

Além de expor posicionamento contrario a atitude da unidade de saúde, Paulo Siufi colocou a importância de se cumprir às leis que estão em vigência no município, especialmente as medidas já aprovadas e sancionadas pelo prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) e disse que o assunto será levado a Audiência Pública prevista para o dia 04 de abril. “Muitas leis são aprovadas aqui nesta Casa, mas que são jogadas ao vento, isso acaba se  tornando uma terra sem lei onde não há fiscalização do Poder Executivo”, observou Siufi.

 

Como forma de instigar a população para saber sobre os seus direitos, Paulo Siufi sugeriu a distribuição de cartilhas aos campo-grandenses com todas as leis previstas. “Vamos distribuir cartilhas em toda a cidade, para que possam saber dos direitos que têm. Por exemplo, há uma Lei Municipal que dispõe sobre a obrigatoriedade das academias de ginásticas fixarem cartazes de advertência sobre os malefícios causados à saúde pelo uso de anabolizantes e ainda não há nenhuma academia cumprindo essa Lei”, mencionou Siufi . 

 

Ana Rita Chagas

Assessoria de Imprensa Câmara Municipal