Sessão Especial do Parlamento Jovem é marcada por ciclo de palestras

02.08.2012 · 12:00 · Outras Notícias

 

 

A quarta Sessão Especial do Parlamento Jovem, que reuniu  especialistas renomados da Capital para um ciclo de palestras voltadas para a juventude, nesta quarta-feira (1º) aguçou o público presente, composto maciçamente por estudantes oriundos de escolas públicas e particulares de Campo Grande,

 

Ao falar sobre o “uso de drogas na adolescência e suas conseqüências”, o médico psiquiatra, dr Marcos Estevão dos Santos Moura disse que a escola tem o papel de educar também aconselhar o adolescente acerca dos perigos que o uso de entorpecentes pode trazer. Dentre as inúmeras colocações feitas por Marcos Estevão dos Santos Moura ressaltou que os pais precisam acompanhar os filhos nesta fase tão importante da  vida, para aprender a dizer não ao adolescente. “As pessoas começam a fazer suas escolhas pelas suas próprias vontades. A adolescência é o momento da vida extremamente importante. Ainda que seja uma fase intermediária. Para ele pode tudo, e aí começam os erros”, alertou dr. Marcos Estevão.

 

Na oportunidade, o médico pediatra e herbiatra, dr. Paulo Siufi, discorreu sobre a “sexualidade na juventude” explicando a importância de os pais estarem sempre atentos a vida dos filhos, no seu desenvolvimento enquanto homem e  mulher. Para Paulo Siufi, o fato de a Câmara Municipal de Campo Grande voltar às atividades com a realização de um ciclo de palestras incentiva a participação do jovem como cidadãos. “Precisamos fazer com que todos permaneçam com o poder de decisão. A juventude é um divisor de águas. A conquista foi de vocês que participam de momentos como este. É muito salutar termos uma manhã de informação como a que estamos tendo aqui com mensagens de palestrantes que abordam os mais variados assuntos”, disse o vereador e presidente da Câmara Municipal, Paulo Siufi.

 

Para o vereador mirim João Antônio Argelim de Figueiredo, a participação dos estudantes demonstra o interesse da juventude por uma transformação de comportamento, na transformação da sociedade. “No Parlamento Jovem, aqui está começando a mudança, com a participação de todos os estudantes. Fico muito feliz de observar o meu colega de escola participando, questionando, dando a sua contribuição, é assim que vamos poder mudar a sociedade”, disse João Antônio Argelim de Figueiredo.

 

 

Com o tema “uso de bebida alcoólica na adolescência e suas conseqüências, a psicóloga Inês Marinho Américo dos Reis, destacou a vulnerabilidade da mulher quanto à ingestão de bebidas alcoólicas. Segundo Inês Marinho o público feminino tem sido  vítima constante do uso abusivo de bebidas alcoólicas  e isso, conforme a psicóloga  tem proporcionado grandes problemas. “ Vamos caminhar juntas para fazer escolhas acertadas. A mulher tem sido  uma presa muito fácil das drogas”, disse Inês Marinho Américo dos Reis.

 

O Parlamento Jovem foi instituído por meio da Resolução nº 1.119/10, e proposto pelos vereadores Paulo Siufi (PMDB) e Dr. Jamal Salém (PR). O Parlamento Jovem tem dentre seus objetivos incentivar a cidadania e a participação da juventude nas deliberações ocorridas no Legislativo Municipal.

 

 

Ana Rita Chagas

Assessoria de Imprensa