logo
08.03.2019 · Vereador Veterinário Francisco
Veterinário Francisco pede mais transparência nas contas do IMPCG
img_2718_ver_veterinrio_francisco_fto_izaias_medeiros

O Vereador Veterinário Francisco (PSB) pediu que fosse dado a devida publicidade e as explicações sobre como anda as contas do IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande).” Quero aqui convocar os vereadores Odilon de Oliveira, Betinho e Eduardo Romero que são da Comissão de Orçamento para que convoque o IMPCG para explicar de uma maneira simples como está as contas do instituto”, explica o parlamentar durante a sessão desta quinta-feira(7) na Câmara de Vereadores.

Segundo o vereador Veterinário Francisco, foi publicado no dia 1° de março na edição do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) um relatório com o balanço de 2018 da instituição. ”Sei que publicaram o balanço de 2018 no Diário, mas gostaria que eles detalhassem, pois como está fica difícil para o servidor entender essas tabelas. Desse jeito só contador entende. Conto com o apoio dessa Casa para que possam esclarecer nossas duvidas de como anda o IMPCG”, avalia o vereador.

O Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande (IMPCG), assim como nos regimes próprios de previdência dos governos federal e de Mato Grosso do Sul, não arrecada valor suficiente para bancar a folha de pagamento de seus aposentados e pensionistas. Todos os meses, a prefeitura da Capital tem de colocar R$ 12 milhões no sistema para cobrir o deficit. Por ano, o desembolso chega a R$ 156.

Segundo a tabela divulgada sobre as finanças previstas de 2019 da Prefeitura de Campo Grande, o total da despesa previdenciária, ou seja, as contas do setor a título de aposentadoria está previsto em R$ 335 milhões. Contudo, a previsão do que entrará no caixa é R$ 190 milhões. O restante, R$ 144 milhões, é o deficit. Este montante é arcado com dinheiro do tesouro municipal, que poderia ser destinado para outras áreas da cidade. A previsão de deficit de 2019 representa 5% a mais do que ano passado, quando a estimativa é que o Executivo arque com R$ 130 milhões.

 

Eduardo Penedo

Assessoria de Imprensa do Vereador 

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.