logo
21.01.2021 · Vereador Tabosa
Vereador Tabosa denuncia o descaso da Saúde na UPA Santa Mônica
whatsapp_image_2021_01_21_at_10_43_26

Dando continuidade a série de denúncias que vem realizando tão logo tomou posse como vereador, de mostrar à população a caótica situação da saúde na capital, Marcos Tabosa torna público mais um descaso praticado pelo Executivo Municipal, através da Secretaria de Saúde, desta vez na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Santa Mônica, localizada na região do Distrito Sanitário Oeste de Campo Grande. 

Inaugurada no dia 21 de julho 2016, a unidade que custou R$ 3.532.932,57 ao bolso dos contribuintes abrange sete bairros: Popular, Santo Antônio, Planalto, Taveirópolis, Nova Campo Grande, Caiobá e Núcleo Industrial, que juntos somam aproximadamente 69.537 habitantes e já vive o drama das obras mal acabadas, contabilizando grandes prejuízos aos cofres públicos. 

Como ocorre na maioria dos prédios que abrigam unidades de saúde na cidade, a UPA da Santa Mônica também carece de manutenção, pois seu interior mais parece obras centenárias, visto a quantidade de mofos, infiltrações e vazamentos de águas em períodos de chuvas, deixando clara a inércia ou incompetência do poder público com a qualidade do serviço que presta à população com relação à saúde, especialmente em situação de urgência médica, onde o cidadão busca um atendimento emergencial e pode contrair vírus ou bactérias, piorando ainda mais sua situação. 

Eleito para fiscalizar a correta aplicação dos recursos públicos, bem como observar as condições de trabalho dos servidores que atendem o cidadão diariamente em suas necessidades, o vereador Marcos Tabosa vai solicitar a Secretaria de Saúde que previdencie imediatamente uma reforma naquela unidade de saúde para garantir que servidores e a comunidade não corram risco de uma contaminação viral. 

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.