logo
07.11.2019 · Vereador Odilon de Oliveira
Vereador Odilon solicita levantamento dos pregões presenciais da Prefeitura nos últimos três anos
odilon_1

O vereador Odilon de Oliveira protocolou hoje (7) um requerimento direcionado a Dicon (Departamento Geral de Compras) em que solicita levantamento dos pregões presenciais feitos nos anos de 2017, 2018 e 2019. Os dados servirão para o estudo de viabilidade de Projeto de Lei que determina a transmissão ao vivo dos pregões via internet.

A Lei 6.086 de 2018, de autoria do vereador Odilon, foi aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Marquinhos Trad este ano. De acordo com o parlamentar, a medida traz transparência nas tomadas de licitações. “Com a transmissão, tanto os participantes do pregão e a Prefeitura Municipal, terão esse vídeo documentado. Ele poderá ser usado para defesa de ambas as partes numa possível irregularidade. Ou seja, nós queremos com O PL dar ainda mais clarezas para as licitações lançadas pelo Executivo Municipal”, explicou.

Posteriormente o levantamento o parlamentar pretende marcar uma reunião com diretor-presidente da Dicom, Ralphe Cunha e com o diretor-presidente da Agetec (Agência Municipal De Tecnologia da Informação e Inovação), Paulo Fernando Garcia Cardoso para solicitar a implantação da medida de forma menos custosa para Prefeitura e, ao mesmo tempo, que supra toda as necessidades da medida.

“Devemos identificar qual a melhor forma dessa implementação, pois já temos duas alternativas. Uma delas, seria a contração de empresa especializada nesse tipo de transmissão. Já a segunda seria a compra de equipamentos de tecnologia para que a própria Prefeitura realize o serviço. Esperamos que após esse estudo o projeto seja viabilizado o mais rápido possível”, projetou.

Assessoria de Imprensa do vereador.

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.