logo
28.04.2022 · Vereador Dr. Loester
Vereador Dr. Loester apresenta projeto que previne o uso de drogas nas escolas
img_6757_ver_dr_loester_fto_izaias_medeiros

Nos próximos dias entrará em pauta na Câmara Municipal de Campo Grande o projeto nº 10.599/22, de autoria do vereador e 1º vice-presidente da Casa de Leis, Dr. Loester que institui o Programa de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas nas Escolas.

A apresentação do projeto visa promover, nas escolas e na sociedade em geral, ações voltadas à prevenção ao uso indevido de drogas, à promoção da cidadania e à disseminação da cultura da paz, tendo em vista que a dependência de certas substâncias, se trata de um grave problema de saúde pública, com sérias consequências pessoais e sociais no futuro dos jovens e de toda a coletividade.

O texto da proposta determina que as medidas a serem executadas, estariam sob responsabilidade da Subsecretaria Municipal de Defesa dos Direitos Humanos, em parceria com a Guarda Civil Metropolitana e em consonância aos ditames da Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social e da Secretaria Municipal de Educação.

Veja algumas atividades previstas no projeto:

·         Capacitação para professores e demais educadores como multiplicadores de prevenção primária ao uso indevido de drogas;

·         Promoção de palestras de sensibilização para pais e demais responsáveis pelos alunos a respeito da prevenção ao uso indevido de drogas;

·         Realização de atividades artísticas, culturais e desportivas no âmbito escolar para prevenção de drogas e promoção de cultura de paz e garantia de direitos.

O Projeto também tem como objetivo, desenvolver um sistema de prevenção à violência e a promoção do esclarecimento sobre o uso indevido de drogas e sua disseminação entre crianças, adolescentes e jovens, além de ampliar a integração entre a Guarda Civil Metropolitana e a comunidade em geral.

Em sua justificativa, o vice-presidente afirmou que, de acordo com levantamentos epidemiológicos realizados pelo Centro Brasileiro de Informações sobre as Drogas Psicotrópicas da Universidade Federal de São Paulo (CEBRID), o uso de substâncias lícitas e ilícitas aumentou significativamente entre os jovens na última década. A pesquisa foi desenvolvida entre estudantes de primeiro e segundo graus em dez capitais brasileiras.

“No geral, o contato inicial com as drogas se inicia no período de maior vulnerabilidade dos jovens, ou seja, na transição da infância à adolescência, e os fatores que levam ao uso recorrente das substâncias, em sua maioria são emocionais, bem como, depressão, culpa, ansiedade exagerada e baixa autoestima, sendo um fenômeno social de grande complexidade e difícil de ser abordado”, afirmou o parlamentar.

Diante do exposto, fica evidente a relevância da aprovação do projeto, levando em consideração a obrigação do município de contribuir de maneira positiva para o futuro e bem-estar dos jovens.

 

Tamires Santana

Assessoria de Imprensa do Vereador 

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.