logo
02.08.2021 · Vereador Coronel Alírio Villasanti
Vereador Coronel Alírio Villasanti visita Ribas do Rio Pardo junto com a Senadora Soraya Thonicke
whatsapp_image_2021_07_29_at_12_13_55_1

O Vereador Coronel Alírio Villasanti visitou, na última segunda-feira (26), o canteiro de obras da fábrica de celulose que a Suzano está construindo no município de Ribas do Rio Pardo, com o investimento em torno de R$ 15 bilhões.

O engenheiro civil Henrique Guatimosim Filho explicou que será a maior fábrica de celulose de linha única de eucalipto do mundo, com capacidade de produzir 2,5 milhões de toneladas de celulose por ano, e a previsão da inauguração é para o primeiro semestre de 2024.

O canteiro de obras conta atualmente com 800 trabalhadores, entretanto, esse número deve chegar a 10 mil trabalhadores, o que elevará a população de Ribas do Rio Pardo para 35 mil habitantes.

“Mais geração de emprego e renda para o nosso estado. A Suzano virá para consolidar o Mato Grosso do Sul como o maior produtor e exportador de celulose do país. Um impacto muito positivo para a economia local e estadual”, enfatizou o Vereador Coronel Alírio Villasanti.

O Vereador junto com a Senadora se reuniram com o Conselho Comunitário de Segurança de Ribas do Rio Pardo, acompanhado do Comandante da Polícia Militar local, Capitão PM Ferreira, do Comandante da Polícia Militar Ambiental (PMA), Tenente Coronel PM Rodrigues e do Comandante do 6º Grupamento de Bombeiro Militar, Tenente Coronel BM Danilo, onde foi ouvido demandas sobre o aumento de efetivo das Polícias Civil e Militar e Bombeiro Militar, bem como a cedência de áreas que deverão ser construídas as sedes dos novos quartéis da Polícia Militar e da Polícia Militar Ambiental, além de melhorias na estruturação dos órgãos da Segurança Pública, de uma forma geral, por meio de emendas parlamentares da Senadora e da bancada federal.

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.