logo
26.12.2019 · Vereador Cazuza
Vereador Cazuza faz um breve balanço do ano de 2019
492b60c8_2e8a_4931_8f10_735bf264bf3c

O ano de 2019 chega a sua última semana. E, o vereador Cazuza destaca o trabalho realizado, onde protocolou aproximadamente 1.200 indicações de melhorias e serviços para os bairros da capital.

Dos projetos apresentados, dois foram aprovados e aguardam sanção do prefeito. Os demais tramitam na casa.

Entre os projetos, a Lei que dispões sobre a realização do teste de cores “ISHIHARA”, visando o diagnóstico do daltonismo nos alunos da Rede Municipal de Ensino é considerado um dos mais importantes para o vereador Cazuza, pois auxiliará que crianças e jovens recebam o tratamento adequado, precocemente.

Outro projeto do vereador Cazuza que tramita e é considerado de sua importância para a sociedade é o que dispões sobre políticas públicas de incentivo ao desuso de canudos e copos plásticos descartáveis. Cazuza destaca que o projeto é educativo e de conscientização e que o mesmo orienta para a realização de campanhas que motivem o desuso dos copos e canudos descartáveis.

Cazuza falou de outro projeto de sua autoria, que institui no município o Dia da Conscientização das fissuras labiopalatinas. “Estivemos na associação que realiza o tratamento das pessoas com a fissura labiopalatina e há grandes necessidades. Queremos que a lei de nossa autoria contribua para reduzir as necessidades dessas pessoas e que a saúde possa atendê-los da melhor forma possível e com a urgência que eles precisam”.

Para o vereador Cazuza ainda há muito trabalho para ser realizado pela população, mas ele acredita que muitos dos projetos que estão tramitando são de sua importância. “Não queremos fazer inúmeros projetos, queremos fazer projetos que se tornem leis e que sejam voltados a melhoria e a qualidade de vida de nossa gente”, finalizou.

 

Assessoria de Imprensa do Vereador 

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.