logo
27.04.2017 · Vereador Ademir Santana
Vereador Ademir Santana enaltece posição do PDT contra a reforma trabalhista
foto_ademir

Durante a sessão desta quinta-feira (27), o vereador Ademir Santana, do PDT, usou os microfones do plenário para colocar-se contra a reforma trabalhista aprovada pela Câmara de Deputados, e que agora segue para o Senador Federal. Para Ademir, não há como mexer nas questões que envolvem direitos conquistados pelos trabalhadores, sem que antes o Brasil resolva seus problemas políticos e econômicos mais graves.

“A reforma, como está proposta, vem em momento inoportuno. Mesmo com as emendas que recebeu, ela pode gerar conflitos e desemprego sem precedentes. Há pontos que precisam ser melhor discutidos. Do jeito que está, a corda irá arrebentar para o lado do mais fraco, como sempre”, lamentou o parlamentar.

Segundo o vereador, deixar por conta de patrões e funcionários os acordos, dispensando inclusive o que está na CLT, é um risco muito grande à classe trabalhadora. Ele critica também o fato de o projeto de lei prever fracionamento das férias em três períodos e também o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical, afirmando que tudo isso deixa o empregado exposto ao forte poder econômico e de mobilização da classe patronal.

Por outro lado, Ademir Santana deu amplo destaque ao posicionamento do seu partido, o PDT, na votação na Câmara. “Os deputados do partido, incluindo o nosso representante Dagoberto Nogueira, votaram em bloco contra as medidas e com isso honraram o histórico da sigla, que é de sempre lutar por justiça àqueles que mais precisam de apoio. O nosso posicionamento foi coerente e continuará sendo sempre”, destacou o vereador. Sobre a decisão da executiva nacional, de expulsar o deputado Carlos Eduardo Cadoca por ter contrariado a decisão do partido e votado favorável à reforma, Ademir afirma que isso corrobora com seu discurso proferido hoje na Câmara Municipal.

Agora, segundo o parlamentar campo-grandense, todos os esforços do partido se voltarão para que no Senado o resultado seja revertido e a reforma não avance da forma com está sendo proposta.

 

Guto Dobes

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.