logo
10.09.2021 · Vereador Ronilço Guerreiro
Ronilço Guerreiro pede e luzes da Câmara Municipal ficam em amarelo até sábado
whatsapp_image_2021_09_10_at_11_14_14

Atendendo solicitação do vereador Ronilço Guerreiro, as luzes da Câmara Municipal de Campo Grande ficarão até amanhã (11) em amarelo. O pedido de Guerreiro, que é psicólogo, é em alusão ao Setembro Amarelo, considerado o mês de conscientização e prevenção ao suicídio.

“Temos que reforçar a campanha, mas principalmente lembrar que a pessoa não quer tirar a própria vida, sim acabar com uma dor que a consome. É importante estarmos atentos aos pequenos detalhes do que acontece em nosso entorno, pois pode ser um pedido de ajuda”, comentou Guerreiro.

Guerreiro lembra que a campanha é importante para trazer informações e também como funciona o atendimento que muitas vezes é gratuito. “São diversas entidades que oferecem atendimento psicológico, mas muitas vezes esses serviços não são divulgados ou as pessoas não buscam por medo de exposição, mas tudo é feito com bastante sigilo entre o profissional e o paciente”, ressaltou o vereador.

Setembro Amarelo

De acordo com o Guia do Estudante, em setembro de 1994, nos Estados Unidos, o jovem de 17 anos Mike Emme cometeu suicídio. Ele tinha um Mustang 68 amarelo e, no dia do seu velório, seus pais e amigos decidiram distribuir cartões amarrados em fitas amarelas com frases de apoio para pessoas que pudessem estar enfrentando problemas emocionais.

A ideia acabou desencadeando um movimento de prevenção ao suicídio e até hoje o símbolo da campanha é uma fita amarela.

Inspirado no caso Emme, o “Setembro Amarelo” foi adotado em 2015 no Brasil pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Mais informações sobre o  mandato do vereador Ronilço Guerreiro pelo site www.souguerreiro.com ou pelo WhatsApp 99909-0019.

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.