logo
10.05.2022 · Vereador Ronilço Guerreiro
Remarcada para 15 de junho audiência pública para discutir futuro do Armazém Cultural e do Parque Tecnológico
whatsapp_image_2022_05_05_at_09_59_33

Foi remarcada para o dia 15 de junho, às 14h, a audiência pública no intuito de discutir a possibilidade do Armazém Cultural receber as instalações do Parque Tecnológico e de Inovação de Campo Grande. A audiência, proposta pelo vereador e presidente da Comissão de Cultura da Câmara Municipal de Campo Grande Ronilço Guerreiro, seria no dia 13 de junho, mas teve a data alterada devido ao feriado de Santo Antônio, Padroeiro da Capital.

Na manhã de hoje, Guerreiro e os vereadores Valdir Gomes e João César Matogrosso, além da vereadora Camila Jara, receberam representantes da área cultural da Capital e da Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio.

“Já tivemos uma reunião importante com representantes da área cultural da Capital e da Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio, momento onde as duas partes colocaram e defenderam suas ideias. A partir de agora precisamos trabalhar de forma oficial para chegar ao consenso do que é melhor para Campo Grande e também para a cultura”, comentou Ronilço.

Em primeiro momento, a ideia da prefeitura é que a Estação Digital, nome do Parque Tecnológico, seja implantada no Armazém, porém o projeto não foi bem aceito pelos fazedores de cultura. “Sei da importância do Parque, torço para que possa ter sucesso, mas longe do Armazém Cultural. Ali é um lugar histórico para Campo Grande e é da cultura”, comentou o professor Roberto Figueiredo, durante o encontro realizado na semana passada.

Já os representantes do SIDAGRO procuraram mostrar a ideia central do projeto e informar que a classe artística não será desamparada, inclusive terá espaços modernos para o desenvolvimento das atividades culturais.

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.