logo
20.05.2015 · Sessão Comunitária
Pela 1ª vez, Comunitária no Noroeste conta com presença de representante do Executivo
f715a7c958267c89524ecc97ee52116c
Os moradores do Bairro Jardim Noroeste receberam na manhã desta quarta-feira (20) a 11ª edição da Sessão Comunitária que foi levada até a Escola Municipal “Senador Rachid Saldanha Derzi”.
 
Pela primeira vez, a Sessão Comunitária contou com a presença de um representante do Executivo. O secretário municipal de Infraestrutura Municipal, Transporte e Habitação, Valtemir Alves de Brito esteve durante toda a sessão acompanhando os reclames da população.
 
Após ouvir as reivindicações, o secretário se comprometeu a tomar providências para a iluminação pública do bairro, assim como para o cascalhamento das ruas e limpeza das vias. 
 
Segundo Kako Brito, “é importante essa aproximação mais acalorada, essa reivindicação é de direito da população. Nossa secretaria é muito exigida e temos coragem, mesmo com poucos recursos. Estamos empenhados nessa pasta para iniciar e terminar as obras, num esforço para desatar vários nós. Várias obras estão andando. Campo Grande não está um caos. Campo Grande inicia um processo de aceleração no período de estiagem. Na entrada do bairro, vamos tomar providência urgente para limpeza do local e para acabar com as crateras na linha do ônibus para os veículos trafegarem”, se comprometeu.
 
O presidente da Casa de Leis, vereador Mario Cesar, destacou a importância da presença de um representante do Executivo durante a Sessão Comunitária. “É importante a presença do secretário de obras, porque a maioria das demandas é inerente à sua secretaria. Que esse despertar de grande parte do Executivo, possa se perpetuar e aumentar essa interlocução com o Executivo e diminuir essa distância com população”, alegou o parlamentar.
 
Reivindicações
 
As reivindicações apresentadas por moradores e lideranças durante a Sessão Comunitária dizem respeito a asfalto, limpeza, iluminação pública, sinalização, segurança, entre outros serviços públicos. 
 
O presidente da Associação de Moradores do Jardim Noroeste, Antonio Vieira de Moraes pediu a sinalização da Rua Piraputanga, assim como a colocação de braços de luminárias e, diversas ruas, para melhorar a iluminação do bairro.
 
A presidente da Associação de Moradores do Bairro Jardim Carioca, Miriam Rolon solicitou asfalto para os bairros Nova Campo Grande e Jardim Carioca que estão cheios de buraco e necessitam de cascalhamento urgentemente, enquanto o asfalto não chega.
 
Já a presidente do Clube de Mães do Bairro Leon Denizart Conte, Mary Deleon afirmou que o bairro necessita de tudo “precisamos de asfalto, mais ônibus, que aqui só passa de hora em hora, o Ceinf está há 3 anos inacabado. Precisamos que vocês olhem com mais carinho para nossa comunidade, que é independente do Noroeste”, disse.
 
Segundo o presidente da Associação de Moradores do Jardim Aeroporto, Elvis Rangel, “precisamos da ajuda de todos para acabar com as obras paradas, lutar pela redução do IPTU e melhoria da educação pública”, disse.
 
A senhora Ecilda da Silva, primeira moradora do Jardim Noroeste solicitou asfalto para o bairro e limpeza das vias, que encontram-se cheias de mato.
 
A moradora do Bairro Leon Denizart Conte, Ivonete de Oliveira também reivindicou limpeza das áreas públicas do bairro que estão cheias de mato. “Também precisamos de policiamento, aqui a polícia só vem quando matam alguém. As ruas estão cheias de buracos, a escola precisa de ajuda, temos problemas com enchente em dia de chuva”, alertou a moradora.
 
O morador do Bairro Leon Denizart Conte e representante da Ussiter, João de Almeida Duarte também reivindicou o cascalhamento das ruas do bairro, a melhoria das linhas de ônibus e o término da obra do Ceinf.
 
O presidente do Conselho Comunitário de Segurança do Jardim Noroeste e Região, Carlos Henrique Faustino Rosa cobrou a retomada da obra da Praça da Juventude. “Se a Prefeitura não fizer nada, vamos perder o dinheiro do governo federal”, revelou.
 
O presidente da Federação Sul-Mato-Grossense de Capoeira, Moacir Barbosa da Silva também cobrou a concretização do Centro Municipal de Capoeira, que foi uma obra prometida para os campo-grandenses e incluída no Orçamento Municipal.
 
A moradora do Bairro Jardim Noroeste, Valéria Nunes solicitou a limpeza da entrada do bairro, assim como dos terrenos baldios da Prefeitura. “Na Avenida Flores da  Cunha tem um buraco de tatu. Não tem sinalização nas ruas e o mato está tomando conta de tudo”, destacou.
 
Outra moradora, Carla Daniela Alves pediu aos vereadores outra UBSF, assim como uma escola com aulas noturnas, além de uma linha de ônibus “corujão” que trafegue pela madrugada no Jardim Noroeste e Serraville.
 
A diretora da Escola Municipal “Senador Rachid Saldanha Derzi”, Ivone Santo Andréa solicitou a colocação de calçada no entorno da escola para que os alunos possam ter mais segurança para transitar pelo local.
 
Na Sessão Comunitária estiveram presentes os vereadores Mario Cesar, Carlão, Dr. Loester, Carla Stephanini, Edil Albuquerque, Chocolate, Paulo Siufi, Francisco Luis Saci, Gilmar da Cruz, Alex do PT, Herculano Borges, Betinho, Luiza Ribeiro, Ayrton Araújo do PT, José Chadid, Magali Picarelli, Chiquinho Telles e Paulo Pedra.
 
As reivindicações e sugestões apresentadas pela comunidade durante a Sessão Comunitária serão transformadas em Indicações, Ofícios, Requerimentos e Projetos, a serem encaminhados à Prefeitura Municipal. As proposições serão apresentadas em nome dos 29 vereadores da Câmara Municipal.
 
Paulline Carrilho
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal
Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.