logo
17.09.2019 · Palavra Livre
Para um diagnóstico precoce, presidente da AACC MS alerta para os sinais do câncer infantojuvenil
img_0148_miriam_comparin_izaias_medeiros

Na sessão ordinária desta terça-feira (17), a presidente e fundadora da AACC MS (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer de Mato Grosso do Sul), Mirian Comparin falou na Tribuna sobre o“Setembro Dourado”, mês de conscientização sobre o Câncer Infantojuvenil. 

A presidente da AACC MS destacou a atuação da instituição para aumentar os índices de cura do câncer infantojuvenil. “Quando começamos o nosso trabalho, nós recebíamos crianças com sintomas muito avançados da doença, nós tínhamos um índice muito baixo de cura, chegava em torno de 10 %. Desde do ano de 2008, nós estamos desenvolvendo dentro do município e no estado de Mato Grosso do Sul, um projeto com algumas parcerias de instituições privadas e, também, parceria da Secretaria de Saúde do município. O Projeto se chama Fique de Olho, Pode Ser Câncer Infantojuvenil, nós capacitamos em torno de 5 mil profissionais da saúde e tivemos um avanço no índice de cura do câncer infantojuvenil”, disse.

Para a presidente, a luta é para que o projeto Fique de Olho, Pode ser Câncer Infantojuvenil se torne um política pública. “Queremos buscar que esse projeto se torne uma política pública. Eu acredito que através de políticas públicas a gente possa avançar muito mais e ter através do diagnóstico precoce um resultado muito mais positivo”, defendeu Mirian Comparin.

Na ocasião, Mirian Comparin exibiu um vídeo institucional que detalhou os principais sintomas do câncer. No vídeo é destacado que o câncer infantojuvenil tem 70 % de cura se tratado precocemente.

Para finalizar, Mirian Comparin explicou a importância de ficar alerta para os sintomas.” Esses sinais que aparecem na infância são sinais parecidos com qualquer outra doença da infância. Quem vai fazer o diagnóstico, não é o pai, nem a mãe, mas eles podem ficar atentos de que aquele sintoma pode ser sinal de câncer infantojuvenil”, alertou.

O convite para o uso da Tribuna para falar sobre o assunto foi feito pelo vereador Gilmar da Cruz, que também é autor do Projeto de Lei n. 9.357/19, que está tramitando na Casa de Leis, que visa instituir a Semana Municipal de Prevenção e Diagnóstico do Câncer Infantil. A proposta também é do vereador Dr. Lívio.

Serviço-Para saber mais informações sobre o Projeto Fique de Olho, Pode ser Câncer Infantojuvenil, acesse o site http://www.aacc-ms.org.br/projetos/view/1

Dayane Parron

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.