logo
16.03.2020 · Nota de Esclarecimento
Para conter disseminação do Coronavírus, Câmara de Vereadores adota medidas emergenciais de prevenção
img_0675_mesa_diretora_fto_izaias_medeiros

Ato foi publicado cancelando eventos com grandes aglomerações de pessoas e diminuindo expediente de funcionários

 

Compromissada com o esforço conjunto para conter a disseminação do Coronavírus (COVID-19) em Campo Grande, a Câmara de Vereadores, presidida pelo vereador Professor João Rocha (PSDB), adotou medidas emergenciais para prevenir o contágio a servidores, estagiários, terceirizados e a população em geral que frequenta a Casa de Leis.

CLIQUE AQUI para ver o Ato na íntegra

De acordo com o Ato da Mesa Diretora nº 138/2020, publicado nesta segunda-feira (16), fica suspensa a realização de audiências públicas e sessões solenes na Casa de Leis, assim como eventos externos por meio da cedência do Plenário, de modo a evitar a aglomeração de pessoas.

Mesmo com a suspensão, o trabalho dos parlamentares continua. As sessões ordinárias para votações de Projetos, realizadas sempre às terças e quintas-feiras, serão mantidas normalmente, mas sem a presença do público e dos veículos de imprensa. O trabalho dos vereadores em Plenário poderá ser acompanhado ao vivo pelo Facebook da Casa de Leis: www.facebook.com/camaracgms, onde as sessões são transmitidas em tempo real, permitindo a interação da população para enviar perguntas, sugestões e reivindicações. Inclusive, o uso da Tribuna pela sociedade, durante as sessões ordinárias, foram suspensas.

A entrada da população na Casa de Leis também será restrita, apenas em casos específicos com autorização da Secretaria Geral, de forma a prevenir o contágio de funcionários e cidadãos. 

A carga horária dos funcionários será reduzida para apenas quatro horas diárias, com dois turnos de trabalho, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Sendo que no intervalo intrajornada serão tomadas medidas sanitárias, como limpeza de maçanetas, corrimões, banheiros, etc.

Ainda conforme o Ato da Mesa Diretora, o ponto eletrônico (biométrico) também será suspenso por tempo indeterminado, de modo a evitar o contágio. Dessa forma, a Câmara de Vereadores voltará a adotar o registro de ponto em folha, enquanto o risco de contaminação do Coronavírus permanecer elevado.

Os servidores que apresentarem sintomas da doença, poderão ser afastados do serviço, conforme autorização da chefia imediata, como medida de conter o avanço do COVID-19 dentro do prédio do Legislativo Municipal.

A Casa de Leis também disponibilizará álcool gel para os funcionários e os orientará quanto às medidas preventivas necessárias para evitar a contaminação e disseminação do Coronavírus.

Os servidores que usam o transporte coletivo urbano para virem à Câmara trabalhar também serão orientados a fazerem horários alternativos de jornada, de modo a evitar os horários de pico nos ônibus.

Segundo o presidente da Casa de Leis, vereador Prof. João Rocha, o momento é de agir com excesso de cautela. “Não podemos brincar, essa é uma doença grave e como agentes públicos temos que agir com seriedade e agilidade, para ajudar na prevenção da doença junto a população. Não podemos ser irresponsáveis, nossa Casa sempre recebe muitos cidadãos, nosso trabalho não vai parar, só vamos reduzir a presença do público, que poderá acompanhar e fiscalizar nosso trabalho de forma digital, por meio da Internet, com as transmissões ao vivo das sessões”, afirmou.

Para o 1º secretário da Casa de Leis, vereador Carlão “a prevenção é sempre o melhor remédio. A Câmara está tomando essas medidas para que possamos contribuir na luta contra esse novo vírus que está assustando o mundo todo. Não é momento para pânico ou histeria, mas todas as ações preventivas ajudam para evitarmos o contágio. Não podemos sobrecarregar nosso sistema de saúde e se afrouxarmos agora na prevenção, podemos sofrer depois. Estaremos aqui, trabalhando, mas evitando aglomeração de pessoas e o contato intenso. O grupo de risco, que são os idosos e pessoas com doenças crônicas, merecem nosso esforço para evitarmos a proliferação do Corona Vírus. Estamos pensando no bem da população em geral e nos funcionários da Casa, por isso essas restrições são necessárias", alertou.

Segundo o vereador Dr. Livio, presidente da Comissão Permanente de Saúde, “faço um apelo para que as pessoas só procurem as unidades de saúde se estiverem apresentando sintomas críticos da doença, para não superlotarmos os hospitais e postos, sobrecarregando o Sistema de Saúde sem a real necessidade”, afirmou.

Tendo em vista a escassez de álcool gel para compra, o vereador Dr. Wilson Sami, vice-presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade, também destacou que “é muito importante lavar as mãos, rosto e nariz com água e sabão. Água e sabão são ótimos aliados e tem o mesmo efeito do álcool gel”, afirmou.

 Já o parlamentar Dr. Loester, membro da Comissão Permanente de Assistência Social e do Idoso, alertou a população a evitar abraços e cumprimentos. “Não é falta de educação, é prevenção. Cumprimento agora só de longe, um aceno e mais nada. Quanto menos contato entre as pessoas, melhor”.

 

Paulline Carrilho
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.