logo
13.01.2021 · Vereador Beto Avelar
Para Beto Avelar, divergências políticas ou ideológicas ficaram de fora na aprovação da compra de vacinas
0f2df1ed_2fbe_4ea8_84d5_82e6cc63bc51

O vereador Beto Avelar (PSD) votou favorável ao Projeto de Lei que autoriza a Prefeitura a comprar vacinas contra o coronavírus. Membro da Comissão Temporária de Legislação, Justiça e Redação Final da Câmara Municipal, constituída para análise dessa proposta, Beto Avelar destaca que não houve nenhum tipo de impedimento jurídico para a aprovação do Projeto e que a aprovação pela Câmara é a prova do empenho para frear o crescimento do número de casos o mais rápido possível em Campo Grande. 

“Estou começando o trabalho como vereador cumprindo o dever de defender a saúde de nossa população. Esse projeto aprovado vai salvar vidas. A compra da vacina é um meio para que mais pessoas possam ter acesso à saúde e vai permitir maior proteção para todos em nossa capital. Estamos empenhado neste objetivo”, afirma o vereador Beto Avelar. 

O parlamentar explica que a análise do projeto considerou as questões jurídicas envolvidas no assunto e a gravidade da situação, descartando qualquer tipo de influência político ou partidária. “A população quer o fim da pandemia. Então as divergências políticas ou ideológicas ficaram fora de campo. Aprovamos a compra da vacina e agora é a vez de acompanhar e trabalhar para que a vacinação esteja disponível o mais rápido possível para todos”, conclui o vereador Beto Avelar. 

O Projeto de Lei nº 9.921/21, de autoria do Executivo, que autoriza a aquisição de vacinas aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e não fornecidas pelo Programa Nacional de Imunizações, com objetivo de garantir a cobertura de vacinação para toda a população de campo Grande foi aprovado por unanimidade durante a sessão desta quarta-feira (13/01). 

 

Marcelo Pereira 

Assessoria de Imprensa - Vereador Beto Avelar

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.