logo
13.10.2020 · Palavra Livre
Movimento para auxiliar empreendedores durante crise da pandemia é divulgado em sessão na Câmara
img_8218_sesso_remota_fto_izaias_medeiros

A crise econômica como reflexo da pandemia do coronavírus penalizou 80% dos empreendedores. Como resposta a estas dificuldades, surgiu o movimento Unidos pelo Brasil, programa voltado a ajudar pequenos empreendedores e empresas juniores para receberem assessoria e consultoria visando reestruturarem seus negócios. A iniciativa foi apresentada, durante sessão remota desta terça-feira (13), por Júlia Xixa de Santana Moreira, representante da empresa Juniores de Mato Grosso do Sul. Ela falou do assunto a convite do vereador Papy. 

"Nesta pandemia, que exigiu o distanciamento social, 80% dos empreendedores já sentiam efeitos da crise. Considerando que 50% dos empregos formais são gerados pelos pequenos negócios, se fez imperioso entender que esse movimento precisava ajudar os empreendedores a sair dessa lama; com isso surgiu o Unidos do Brasil, programa de doações para pequenos empreendedores e juniores”, afirmou Júlia Xixa. As doações são feitas por pessoas físicas e jurídicas, sendo que os recursos são revertidos em ações para ajudar na reestruturação dos empreendedores. 

Há possibilidade de efetuar doações para microempreendedores de Mato Grosso do Sul ou doar para o País todo, sendo que neste caso o dinheiro é dividido de maneira igualitária entre todos os estados. No caso de pessoas jurídicas, o valor mínimo é de R$ 500. Caso haja R$ 8 mil em doações, essa empresa ganha divulgação, selo de doação e pode se posicionar no mercado como uma empresa que se preocupa com o crescimento econômico do País. Com mais recursos, essas ações de divulgação são ampliadas, com campanhas e até vídeos personalizados. 

O movimento de empresas juniores é formado por universidades e busca colocar em prática a teoria aprendida, nos mais diferentes cursos. “Nossa missão é formar, por meio de vivência empresarial, empreendedores capazes de transformar o País. Todo dinheiro arrecadado é reinvestido em educação, pois queremos tornar o país mais competitivo. Todo projeto visa o desenvolvimento sustentável”, esclareceu Júlia Xixa Moreira. No Estado, são 26 empresas juniores, com mais de 500 jovens empreendedores dentro das universidades. 

O vereador Papy, autor do convite para a jovem usar a Palavra Livre, parabenizou a iniciativa e destacou a importância do protagonismo da juventude. “Temos projeto de lei tramitando que institui e fixa diretrizes para apoio e implantação de empresas juniores, para incentivar esse crescimento não apenas na UFMS, mas em todas as universidades”, disse o vereador, acrescentando que uma das metas é ingressar no mercado de trabalho ainda durante a universidade. 

#PraCegoVer – Fotografia. Monitor com a imagem de Julia Xixa. Ao lado, outra tela com sua apresentação sobre o programa Unidos pelo Brasil, durante a sessão remota desta terça-feira. Os computadores estão sobre bancada no Plenarinho da Câmara. Sentados, conduzem a sessão os vereadores Carlão, primeiro secretário, e Cazuza, primeiro vice-presidente, ao lado de servidores. 

Milena Crestani 

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal 

 

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.