logo
23.10.2013 · Câmara Comunitária
Moradores do Chácara das Mansões pedem mais segurança e saúde durante Sessão Comunitária
fda0e138a3b73cc245327ee3562054e6

Construção de mais sala de aula, mais computadores, Internet para fins pedagógicos, reforma do telhado da Escola, fazer cobertura do parquinho para as crianças, sala de recursos adaptada para alunos com deficiência física, aumentar espaço na biblioteca. Essas são as principais reivindicações apresentadas na manhã desta quarta-feira (23), durante a 18ª Sessão Comunitária realizada na Escola Municipal “Darthesy Novaes Caminha”, no bairro Chácara das Mansões.

 

A Sessão começou com a apresentação musical de alunos do 2° ao 7° ano, que participam do Projeto “Mais Educação”, realizando todos os dias oficinas de percussão, alfabetização, arte, recreação e lazer, além de educação em direitos e deveres do cidadão.

 

O presidente da Associação de Moradores do Bairro Chácara das Mansões, Edson Martins Vida destacou que a região não possui agente de saúde e o Posto de Saúde Três Barras é o único mais próximo. “Pedimos que viesse um profissional aqui no bairro uma vez por semana para atender os moradores, mas alegaram que não tem carro oficial para trazer. Já estamos esperando há 6 meses. Precisamos de ação prática. Aqui não temos uma área de lazer para as crianças. Precisamos também que seja construído um Ceinf, porque as mães não tem onde deixar os filhos”, afirmou.

 

A aluna Escola Municipal, Letícia Fortunato Ribeiro também apresentou suas reivindicações e pediu aos vereadores que intermediem a reforma do telhado da escola, a construção de mais salas de aula, a cobertura do parquinho, a ampliação da Biblioteca da instituição, a construção de uma sala de recursos adaptada para alunos com deficiência física e a implantação de Internet na escola, para fins pedagógicos.

 

Para a professora da Escola Municipal, Lindalva Souza Andrade, falta recursos para executar aquilo que a escola mais precisa. “Temos recursos de Projetos do MEC e da SEMED, mas que não focalizam aquilo que a escola necessita realmente. O ventilador a escola queimou, mas esses recursos não podem ser gastos para adquirir um novo ventilador. Estamos sonhando hoje para realizar amanhã. Precisamos da ampliação e reforma da escola”, destacou.

 

A moradora do Bairro Chácara das Mansões, Jupira Sena Pereira solicitou aos parlamentares mais policiamento para a região, que sofre com as bocas de fumo e com menores de 10 a 12 anos que andam de moto sem capacete. “Precisamos de um Posto Policial aqui ou de um guarda na escola, porque temos muitos jovens perdidos nas drogas. Peço também para o prefeito para passar o caminhão de lixo por todas as ruas do bairro”.

 

Segundo Zenilde Aparecida Teixeira, presidente da Associação de Pais e Mestres, o vício dos jovens nas drogas é um grande problema do bairro. “Nossos adolescentes estão perdidos nas drogas. Aqui tem menina e menino de 12 e 13 anos se drogando, bebendo, indo em festas a noite e os pais não sabem mais o que fazer”, lamentou.

 

De acordo com a diretora Osmarina Souza Aragão, a Escola Municipal atende cerca de 400 alunos, sendo que mais de 100 ficam em período integral. “Eles comem e tomam banho na escola. Além de mais salas de aula precisamos de mais banheiros também, porque temos um banheiro só para atender 58 funcionários. Aqui a demanda é de 31 alunos por sala, sendo que a lei exige o máximo de 22 alunos. Precisamos ampliar o atendimento da escola, tem muitos alunos que querem uma vaga, mas não tem mais onde colocar aluno. Aqui no bairro também não tem ensino médio e depois do 9° ano os alunos são obrigados a se deslocarem até as Moreninhas para prosseguir com os estudos. Também precisamos de monitores para ajudar os alunos”, reivindicou a diretora.

 

Marcaram presença na Sessão Comunitária os vereadores Mario Cesar, Coringa, Carlão, Delei Pinheiro, Carla Stephanini, Ayrton de Araújo do PT, Prof. João Rocha, Eduardo Romero, Chiquinho Telles, Engenheiro Edson, Luiza Ribeiro e Paulo Pedra. 

 

Paulline Carrilho
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.