logo
01.09.2017 · Vereador Gilmar da Cruz
Gilmar da Cruz com demais vereadores aprovam projeto de lei que regulamenta uso de parklets em Campo Grande
21125552_1387407051377237_8255347897514396277_o

Foi aprovado nesta quinta-feira (31), em regime de urgência, o Projeto de Lei nº 8.637/17 dos vereadores Gilmar da Cruz (PRB) e João César Mattogrosso (PSDB) que incentiva a criação de “parklets” em Campo Grande.

“Este projeto propõe a convivência mais harmônica entre a sociedade e a natureza, cumprindo assim o papel ambiental e social, melhorando a paisagem urbana. Essas mini praças promovem o uso do espaço público de forma democrática, permitindo à comunidade construir o seu próprio espaço de convívio, resgatando as narrativas locais e ativando a recreação do comércio local.” explicou Gilmar da Cruz.

Dentre as justificativas apresentadas no projeto estão exemplos de cidades que adotaram os parklets e conseguiram recuperar espaço público para o uso coletivo, como em São Francisco, na Califórnia (EUA) onde surgiu esse novo conceito que foi pautado na tentativa de fazer das ruas um ambiente mais atraente e convidativo para seus moradores e em São Paulo (SP) na qual os parklets já se encontram consolidados como política pública, incorporados ao dia-a-dia das pessoas e, por fim, multiplicados pela cidade.

PARKLETS

Conforme a lei, parklets é a extensão temporária do passeio público ou via pública, realizada por meio de implantação de plataforma sobre a área antes ocupada pela área de estacionamento da via pública, como se fosse uma mini praça com bancos, floreiras, mesas e cadeiras, guarda-sóis, aparelhos de exercícios físicos, bicicletários ou outros elementos de mobiliário, com função de recreação, uso coletivo ou de manifestações artísticas.

Danielly Cabral 
Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.