logo
27.05.2022 · Vereador Tiago Vargas
Em mais uma blitz na saúde, Tiago Vargas denuncia superlotação e demora no atendimento em UPA
fiscaliza

O vereador Tiago Vargas (PSD) realizou mais uma fiscalização, na noite desta quinta-feira (26), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Universitário. A morosidade nos atendimentos e a falta de médicos são os fatores mais recorrentes no sistema público de saúde do município.

Após várias pessoas entrarem em contato com o vereador, na noite de quinta-feira, ele foi até a unidade para verificar a situação e encontrou a UPA lotada e a farmácia fechada. Segundo os moradores da região, a farmácia não abre há dois anos, deixando os pacientes sem remédios.

"Está tudo lotado aqui. Na escala médica diz que tem seis médicos para os adultos e cinco pediatras. Olha o tanto de pessoas! Tem que ter mais médicos, sem contar que a farmácia está fechada", protestou o parlamentar.

"É sempre assim. É uma demora pra atender a população; secretário de Saúde de Campo Grande, essa UPA está uma vergonha, tem um monte de mãe com criança esperando aqui", acrescentou.

Além da falta de médicos e a lotação, Tiago também falou da estrutura do prédio, onde até as lâmpadas estão queimadas. "Estão de palhaçada com a população. Quando eu venho mostrar a situação, falam que eu estou errado, que eu falo demais", criticou.

Para o vereador, o secretário de Saúde, José Mauro, precisa contratar mais médicos e dar melhores condições de trabalho aos profissionais da saúde, que ficam esgotados com a superlotação.

Ao fiscalizar a unidade de saúde, o vereador Tiago Vargas foi aplaudido pelas pessoas que aguardavam por atendimento. "Eu sempre fiscalizo, não faço mais que a minha obrigação. Fui eleito para trabalhar pelo povo e tenho que cumprir com as minhas obrigações. Eu vou fiscalizar tudo e todos, doa a quem doer", finalizou.

Assessoria de Imprensa do Vereador 

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.