logo
13.10.2021 · Outras Notícias
Em live, secretário apresenta números da vacinação e prevê campanha anual a partir de 2022
img_2821

Em mais uma live realizada pela Comissão Permanente de Saúde da Câmara, o secretário Municipal de Saúde, José Mauro Pinto de Castro Filho, apresentou os números referentes a aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19 e falou sobre a campanha anual que será realizada a partir de 2022. 

Segundo o titular da Sesau, a vacina se mostrou “uma arma eficiente” contra a doença, porém, por se tratar de um vírus desconhecido, é preciso dar continuidade a imunização da população.

“Isso comprova que a vacina é a saída para esse processo que vivemos. É uma arma extremamente eficiente, seja lá qual for a vacina. Isso corresponde ao mesmo resultado do estudo feito em Serrana-SP: Quando se atingiu 75% da população imunizada, houve controle da pandemia”, afirmou.

Atualmente, Campo Grande tem aplicado a dose de reforço em idosos com mais de 60 anos, população com imunossupressão e trabalhadores da saúde. Em 2022, idosos receberão duas doses, uma a cada seis meses, enquanto a população com idade até 59 anos receberá uma dose anual.

“Temos que ter prudência e deixar claro que é uma doença nova, que não há histórico. Não se sabe por quanto tempo, por exemplo, fica no organismo da pessoa. Já sabemos que terá que ser uma campanha anual, teremos esse desafio de vacinar a população”, continuou.

Conforme dados da Prefeitura, 82.030 pessoas já receberam a terceira dose em Campo Grande. No total, 564.743 pessoas já estão totalmente imunizadas, o que representa 62,33% da população. Outros 647.363 mil (71.45%) receberam somente a primeira dose.

Até o momento, conforme boletim epidemiológico mais recente divulgado pela Secretaria de Saúde, são mais de 137 mil casos confirmados em Campo Grande, com 4.053 óbitos. 

O secretário reforça que mesmo com o avanço na vacinação, ainda é necessário que as pessoas mantenham as medidas de proteção. “Precisamos manter o uso de máscaras e manter o distanciamento físico. O vírus ainda está em circulação. Portanto, é necessário que as pessoas continuem se cuidando”, diz.

Outro alerta é em relação à importância da segunda dose. “A vacina de duas doses só tem sua eficácia completa quando feita a segunda aplicação. Portanto se chegou à data de tomar a dose de reforço, é preciso que as pessoas procurem um dos pontos de vacinação para concluir o ciclo vacinal”, finaliza.

A live foi conduzida pelo vereador Dr. Sandro Benites, presidente da Comissão de Saúde, que conta ainda com os vereadores Dr. Victor Rocha (vice-presidente), Dr. Jamal, Dr. Loester e Tabosa.

Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.