logo
08.04.2019 · Vereadora Enfermeira Cida
Em entrevista à rádio CBN, Enfermeira Cida fala sobre prevenção de queimaduras, suicídio e 30 horas para a enfermagem
entrevista_cbn

Nesta segunda-feira (08) a vereadora Enfermeira Cida Amaral (Pros), concedeu uma entrevista para o radialista Otávio Neto, da rádio CBN Campo Grande, 93,7 FM. Na ocasião a parlamentar falou sobre a Lei Municipal nº 5.935/17 que institui a Semana de Prevenção de Queimaduras, falou sobre a Lei nº 6.009/18 que institui o Plano Municipal de Valor à Vida e do Combate ao Suicídio e sobre a luta para conquistar as 30 horas para os profissionais da enfermagem.

Um dos temas abordados foi o abril verde, mês de conscientização e prevenção ao acidente de trabalho. Aproveitando o gancho, a vereadora Cida falou sobre a Lei de prevenção de Queimaduras, que é um dos acidentes de trabalho mais preocupante. “A queimadura é uma patologia que deixa marcas no corpo e na alma para sempre, por isso acredito que devemos falar e divulgar para prevenir esse acidente que não é só um acidente de trabalho, pois a queimadura pode acontecer em qualquer lugar. Tenho uma Lei para que esse assunto seja levado às escolas, faculdades e onde mais eu tiver oportunidade de falar, levando informações para a prevenção de todos” explicou a parlamentar.

Enfermeira Cida falou também sobre a Lei Municipal nº 6.009/18, que institui o Plano Municipal de Valor à Vida e do Combate ao Suicídio, de sua autoria. Cida explicou que falar sobre o tema é delicado, porém necessário. “Temos que falar sobre o suicídio, mas também dar norte pra quem acha que não tem saída. Essas pessoas precisam saber que são amadas, que tem sim uma saída. Por isso criei a Lei 6.009 que tem o objetivo de desenvolver programas para atendimentos as pessoas em quadro depressivo e com pensamentos suicidas, identificar sintomas, tratar e fazer o acompanhamento de pessoas que apresente os sintomas, para prevenir e minimizar a evolução dos quadros” disse.

Cida lembrou que após a criação da Lei 6.009, em maio do ano passado, o prefeito Marquinhos Trad, criou o Programa “Direitos Humanos pela Valorização da Vida – Por uma Campo Grande livre do Suicídio”.  “Vejo a criação desse programa como fruto da minha lei, que estabelece a ampla divulgação desse assunto, ainda pouco falado. Nós precisamos falar, não para incentivar a fazer, mas sim, para ajudar pessoas com depressão mostrando a eles uma saída, valorizar e amar a vida” esclareceu.

No final da entrevista Cida falou sobre a luta para conseguir as 30 horas para todos os enfermeiros. A vereadora esclareceu que em 2017 conseguiu junto com o prefeito Marcos Trad, as 30 horas para os enfermeiros das UPAs (Unidade de pronto Atendimento) e do Samu, mas que sua luta é para que todos os enfermeiros sejam contemplados com as 30 horas. “Na semana passada o Deputado Federal Dagoberto Nogueira esteve no meu gabinete e se comprometeu a me ajudar nessa empreita, pois somente com uma Lei Federal, será possível contemplar todos profissionais da enfermagem com as 30 horas para. Então quero esclarecer que continuamos lutando para essa conquista para a nossa profissão” declarou.

Em nome do Jornalista e radialista Otávio Neto, Cida parabenizou todos os jornalistas de mato Grosso do Sul, pelo dia do jornalista que foi comemorado no dia 7 de abril, e agradeceu a oportunidade de falar sobre seu trabalho numa rádio que tem isenção e credibilidade em suas notícias.

Maria Pereira

Assessoria de Imprensa da Vereadora

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.