logo
19.02.2014 · Câmara Comunitária
Em Comunitária, asfalto é um dos principais pedidos do Paulo Coelho Machado
0082eb5dd346d6b2ef502c12584ccbf1
O asfalto continua sendo umas das principais reivindicações apresentadas pela população durante Sessão Comunitária da Câmara Municipal e no Bairro Paulo Coelho Machado, não foi diferente.
 
Na manhã desta quarta-feira (19), a 2ª Sessão Comunitária de 2014 foi realizada na quadra de esportes da Escola Municipal “Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista”, no Bairro Paulo Coelho Machado.
 
Lideranças comunitárias, alunos, professores e moradores da região marcaram presença no evento para apresentar suas solicitações.
 
Para o líder comunitário do Bairro Paulo Coelho Machado, Luiz Augusto Oliveira, conhecido como “Luizão”, o sonho antigo do bairro é o asfalto. “Precisamos de asfalto para que as crianças possam chegar limpinhas à escola. Pedimos também a colocação de rede de esgoto, porque quando chove transborda tudo e não há quem aguente o mau cheiro. Outro problema que temos é a pichação no muro da escola. A diretora sempre manda pintar e os vândalos picham de novo. Queremos colocar grafite em todo muro da escola para acabar com as pichações”, afirmou.
 
O asfalto também foi a principal reivindicação apresentada pelo líder comunitário Vagner Lopes. “Além do asfalto, precisamos de policiamento, porque aqui tem muita agressão em família, por isso queremos uma Delegacia da Mulher 24 horas, porque muitas agressões acabam ficando em branco, porque não tem uma delegacia aberta a noite”, relatou.
 
Segurança pública também foi o pedido apresentado pela aposentada Lorena D’ávila, moradora do Bairro Paulo Coelho Machado, que reclamou da violência no bairro e solicitou intensificação do policiamento ostensivo no local.
 
Já o aposentado Israel Mamede Prates, pediu a ajuda dos vereadores para solucionar a situação de 10 famílias, que estão acampadas no Bairro Centro- Oeste e precisam de casas populares para morar.
 
Conforme Valéria Amorim de Souza, tesoureira da Associação de Pais e Mestres da Escola Municipal e conselheira de saúde do bairro, “o Paulo Coelho Machado precisa de mais vagas no Ceinf, quando abre matrícula forma fila aqui na frente da creche. Precisamos também de mais segurança. Temos policiamento na Rua dos Cafezais, mas e nas outras ruas? Outro dia quando sai da feira às 19h tinham cerca de 20 jovens usando droga na rua”, denunciou.
 
Marilene de Matos, moradora do Bairro Centro Oeste clamou aos vereadores ajuda para conseguir uma vaga para a filha no Ceinf da região. “Colocaram minha filha lá no Ceinf do Jardim das Meninas, mas é muito longe”, lamentou.
 
Em seu pronunciamento, Gilberto Bandeira Bezerra, liderança comunitária da região, solicitou o prolongamento da Avenida dos Cafezais até a Avenida Gury Marques. “Também precisamos de um quebra-molas em frente ao Supermercado Pires e um semáforo no cruzamento das ruas Catiguá e Cafezais.
 
Por fim, diretora da Escola Municipal “Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista”, Rosângela Ruas, destacou a importância da realização da Sessão Comunitária dentro do ambiente escolar. “Temos aqui alunos do 5° ano participando dessa oportunidade única e democrática de exercício da cidadania. Assim eles têm a chance de se envolver nos problemas do Bairro e colaborar com uma solução”, exclamou.
 
Todas as reivindicações apresentadas pelos moradores serão transformadas em Indicações, Ofícios, Requerimentos e Projetos, a serem encaminhados à Prefeitura Municipal, em nome dos 29 vereadores.
 
Estiveram presentes na Sessão Comunitária os vereadores Mario Cesar, Chocolate, Coringa, Eduardo Romero, Chiquinho Telles, Zeca do PT, Engenheiro Edson, Luiza Ribeiro, Juliana Zorzo, Carla Stephanini, Professora Rose, Paulo Pedra e Gilmar da Cruz.
 
Paulline Carrilho
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal
Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.