logo
26.06.2020 · Vereador Dr. Loester
“Eles são vencedores de um concurso, são merecedores de viver a experiência parlamentar. Vamos pedir ajuda ao prefeito para garantir a eles o direito de exercer o mandato ano que vem, independente do atual vereador padrinho, se reeleger ou não.” ressalta
15ab200f_0d49_4023_a0a3_0e226ed370eb

Nesta semana, o vereador dr Loester Nunes de Oliveira (MDB) deve agendar reunião com os demais parlamentares para propor Termo de Adesão ao Parlamento Jovem Municipal para a próxima legislatura no inicio de 2021. No dia 13 de março deste ano, Os Jovens vencedores do Concurso de redação da Câmara Municipal de Campo Grande, tomaram posse e a primeira sessão ordinária para realização de seus trabalhos, estava agenda para o dia 17 de Abril. Mas devido o cumprimento de regras para o combate contra a pandemia do COVID-19, as sessões foram suspensas para cumprir a medida de prevenção por meio do isolamento social conforme decreto legislativo desta Casa de Leis.

O vereador dr Loester disse que vai propor parceria, pedir ajuda ao poder executivo para aprovação e execução do Termo junto com a Câmara Municipal.. Segundo o médico parlamentar, o Termo de Adesão é um compromisso que vem assegurar aos jovens parlamentares exercerem seus mandatos ano que vem, viver essa experiência, pelo merecimento da aprovação do concurso de redação para ser um jovem vereador. ”O Parlamento Jovem serve como um preparo para a vida política. É preciso ter lideranças novas, a população tem que comparecer, ver como ocorre o Parlamento. Eles vão poder perceber que tudo que se procura fazer é em benefício da população, terão outra visão da Câmara. E foi tudo de repente, com essa pandemia. E no próximo semestre, nós os padrinhos de cada jovem vereador, por conta das eleições e também conforme previsto no edital do parlamento jovem, não podemos e não temos tempo hábil para que eles retomem os seus trabalhos. Junto com a Escola do Legislativo que é responsável pela coordenação do projeto, vamos propor uma nova forma de trabalho para eles, baseado no novo cenário mundial e a exemplo de como  as escolas das redes estaduais e municipais estão fazendo, a educação remota . Ou seja, criar plataformas virtuais para capacitação, aplicativos que permitem a reunião simultânea de todos os jovens vereadores para deliberação de seus trabalhos. Com a possibilidade do  uso de redes sociais para transmitir as sessões ordinárias do parlamento jovem. Eu Entendo que os jovens vereadores não podem serem prejudicados por conta da  calamidade pública de saúde que se instalou no mundo. Eles são vencedores de um concurso, criaram expectativas, pensaram em projetos. Além disso esta casa de leis se movimentou entre profissionais e setores , e em parceria com a SEMED, realizou um excelente trabalho em equipe. É um lindo projeto de todos os vereadores desta legislatura, que teve como objetivo aproximar a população desta casa de leis e proporcionar conhecimento a esses jovens, então não pode simplesmente arquivar  e ficar assim em vão.” Finaliza dr loester. 

Andrea Barros
Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.