logo
14.12.2017 · Vereador Vinicius Siqueira
CPI do Táxi terá nova oitiva nesta sexta-feira na Câmara Municipal
img_7077_ver_vinicius_siqueira_fto_izaias_medeiros

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Táxi deve ouvir novas testemunhas a partir das 14h desta sexta-feira (15) na Câmara Municipal de Campo Grande. A maioria foi intimada e não compareceu durante oitiva realizada na última segunda-feira, outros não chegaram a ser localizado e por isso não estiveram presentes. Dos 24, apenas dois compareceram.

De acordo com o vereador e presidente da CPI, Vinicius Siqueira (DEM), os faltantes irão responder pelo crime de desobediência, previsto no código penal. “Eles foram intimados e não vieram. Não estamos aqui para brincar, o trabalho da CPI é sério e precisa ser respeitado”, disparou o vereador. 

A intenção dos membros da Comissão é identificar o motivo que levou o Executivo a conceder tantos alvarás para duas grandes famílias da Capital: Sandin e Oshiro. “Em apenas um dos pontos estudados encontramos seis pessoas da mesma família e durante a última oitiva eles chegaram a negar o parentesco”, comentou o vereador. 

Irregularidades documentais já foram constatadas pela CPI em todos os alvarás de taxistas e mototaxistas concedidos pela prefeitura em Campo Grande. O relatório final segue em fase final e a intenção, segundo o presidente, é que seja votado ainda este ano. 

Também fazem parte da Comissão o relator Odilon de Oliveira (PDT) e os membros Veterinário Francisco (PSDB) , Pastor Jeremias (Avante) e Junior Longo (PSDB).

Vivianne Nunes
Assessoria de Comunicação do Vereador 

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.