logo
13.10.2021 · Vereador Coronel Alírio Villasanti
Comissão Eleitoral da União das Câmaras de Vereadores do MS valida o resultado das eleições 2021-2025.
img_20211007_wa0070
 
Por entender que os pedidos de impugnações referentes às irregularidades de ambas as chapas concorrentes ao pleito 2021-2025 extrapolam a competência da Comissão Eleitoral, a eleição que ocorreu no último dia 22 de setembro, com o resultado para: Jeovani Vieira dos Santos da Chapa Força, Trabalho e Fé com 219 votos e Gilson Oliveira Ferreira (Bicão) da Chapa Renovação, União e Transparência com o total 192 votos é válida.
 
A Comissão Eleitoral entende que é o Poder Judiciário o órgão competente para tutelar e obstruir quaisquer complicações que venham a ser intentadas pelas chapas concorrentes ao pleito eleitoral 2021-2025 da União das Câmaras de Vereadores do Estado de Mato Grosso do Sul.
 
As averiguações solicitadas pelas partes, principalmente de análise de assinaturas e aquelas envolvendo valores de filiação, e os regulares pagamentos de mensalidades por vereadores e as suas Câmaras, envolvem competência técnica especializada, bem como quebra de sigilo, distanciando-se, em muito, das atribuições da Comissão. 
 
Na visão do presidente da Comissão Eleitoral, o vereador Coronel Alírio Villasanti ressalta que as eleições foram realizadas com transparência, respeitando os princípios democráticos, e que caberá aos órgãos competentes apurarem os pedidos solicitados por ambas as chapas. 
 
“Conduzimos as eleições com rigor, firmeza, contribuindo na organização do pleito para que tudo ocorresse dentro da legalidade. Os pedidos de impugnações de ambas as chapas envolvem, por exemplo, quebra de sigilo. E isso não está em nossa alçada. É preciso acionar o Poder Judiciário”, concluiu.
 
Laila Carriel
 
Assessoria de Imprensa do Vereador Coronel Alírio Villasanti
Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.