logo
21.03.2019 · Vereador Chiquinho Telles
Casal de desempregados vê em curso gratuito de qualificação uma ‘nova porta aberta’
chiquinho_telles_curso_gratuito_picles_4

Os cursos gratuitos de qualificação oferecidos pelo projeto social do líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Chiquinho Telles (PSD), têm conseguido ir bem além de dar oportunidade de geração de renda.

Um total de 24 pessoas da região do Caiobá I, entre as quais três do sexo masculino, aprenderam a fabricar legumes em conserva, também conhecido como picles. O aluno Ivan Alves Franco, que fez o curso com sua esposa, Andreia Lemos, disse que viu na iniciativa “uma nova porta aberta”. “Eu e minha mulher estamos desempregados. Pretendemos fabricar o picles e vender. Gostei do curso por nos ensinar a aproveitar em 100% os alimentos. Quem puder, eu recomendo abraçar a chance de fazer esse curso”.

Na opinião de Ivan Franco, somente um vereador que sente na pele a necessidade do povo, preocupa-se em dar condições às pessoas de baixo poder aquisitivo de se qualificar. “Estamos vivendo um momento difícil em nosso País. Por isso, quero agradecer muito ao nosso vereador Chiquinho Telles, por ele ter aberto essa nova porta para pessoas como nós, que estão praticamente sem nenhuma renda”, manifestou.

Mais dois homens fizeram o curso de picles, sendo Jefferson Vilallba e Enéias de Andrade Barboza, este último diretor do Instituto de Desenvolvimento Evangélico (IDE), onde também já foram realizados os cursos gratuitos de Design de Sobrancelhas e  de Manicure e Pedicure. “Eu acho que o parlamentar tem que dar essa contribuição a mais para a comunidade. Com esses cursos, as pessoas estão garantindo uma renda extra, e em alguns casos, até mesmo um emprego. Chiquinho Telles está de parabéns”, disse o diretor da instituição.

Elevando a autoestima

A aluna Enilda Souza, além do curso de picles, fez o de Design de Sobrancelhas. Ela conta que ao se inscrever no primeiro curso oferecido pelo projeto social de Chiquinho Telles, mal sabia que estava dando o primeiro passo para resgatar a vontade de viver. “Eu me encontrava deprimida devido a sérios problemas familiares. Só queria saber de dormir à base de medicamentos. Não tinha motivação para nada. Mas, mesmo assim, resolvi frequentar as aulas. No primeiro dia, eu tive vontade de chorar. Mas, aos poucos fui melhorando, tomando gosto novamente pela vida”.

Hoje, Enilda trabalha em casa e ganha dinheiro como Design de Sobrancelhas. Ela também passou a prestar serviços voluntários ao IDE, inclusive foi a organizadora de uma recente programação festiva alusiva ao Dia Internacional da Mulher, homenagem prestada pelo instituto às mulheres da região do Caiobá I. “A comemoração teve como tema ‘Mulher Virtuosa’. E já estamos agendando para maio o ‘2º Encontro de Mulheres Virtuosas’. Esses cursos fizeram bem para mim, acabou libertando minha mente”, disse emocionada.

Para Enilda, é preciso que mais homens públicos tenham a iniciativa de Chiquinho Telles de atender a comunidade com projetos sociais, haja vista que “além de nos proporcionar meios para gerar renda, esses cursos possibilitam uma maior integração entre os moradores. Essa união nos fortalece”.

A sétima edição do curso de picles teve também a participação de moradores dos bairros São Conrado, Coophavila, Buriti, Caiobá II, Residencial João Alberto Amorim dos Santos, Residencial Celina Jallad, Vila Bom Jardim e Vila Fernanda.

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.