logo
29.08.2017 · CPI
Câmara oficializa criação da CPI do IMPCG, que ganha dois novos membros
img_5309

Foi publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) da última sexta-feira (25) a criação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar supostas irregularidades cometidas no IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande). Além dos membros já conhecidos - Fritz (presidente), Enfermeira Cida Amaral (relatora), Pastor Jeremias Flores, Veterinário Francisco e André Salineiro -, o colegiado conta com dois novos integrantes: Papy e Valdir Gomes.

O IMPCG compreende a Funserv, Servimed e Previcamp. Os vereadores vão investigar denúncias de má gestão ocorridas no período entre os anos de 2012 a 2017, ocasião em que levou o Instituto à ineficiência financeira, dentre as quais estão apontadas no Relatório da Comissão de Acompanhamento da Reestruturação do IMPCG, conforme consta no requerimento para a criação da CPI. 

O documento que culminou na criação da Comissão Parlamentar de Inquérito, de 51 páginas e dezenas de anexos, foi elaborado com base nos seis meses de trabalho no colegiado, que identificou uma série de irregularidades no instituto, responsável pela gestão da previdência do funcionalismo público municipal. 

Jeozadaque Garcia
Assessoria de Imprensa daCâmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.