logo
27.04.2017 · CPI
Câmara abre CPI do Táxi e define composição
img_7622_cpi_do_taxi_fto_izaias_medeiros

Os vereadores da Câmara Municipal aprovaram a criação da CPI do Táxi, contendo 20 assinaturas e anunciaram na sessão ordinária desta quinta-feira (27) a composição dos cinco membros da comissão.

A Comissão Parlamentar de Inquérito será composta pelos vereadores Junior Longo, Vinicius Siqueira, Odilon de Oliveira, Veterinário Francisco e Pastor Jeremias Flores. O vereador Vinicius Siqueira foi anunciado como presidente da CPI e o vereador Odilon de Oliveira, o relator.

O objetivo da CPI é investigar se as permissões de exploração do serviço de táxi (alvarás) foram corretamente destinadas e o motivo que levou a concentração de tantas autorizações sob determinadas pessoas e famílias.

O prazo legal para a condução dos trabalhos da CPI é de 90 dias, prorrogáveis por mais 90.

 

Segundo o Requerimento aprovado em Plenário, que pediu a abertura da CPI, Campo Grande conta com 490 alvarás de exploração do serviço.

Paulline Carrilho
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.