logo
02.10.2013 · Câmara Comunitária
Asfalto, sinalização e segurança são as principais reivindicações dos moradores de Indubrasil
071a36f7e0e4d229e6d6d572ce1b6649

Os moradores do Bairro Indubrasil receberam na manhã desta quarta-feira (2) a 15ª edição da Sessão Comunitária, que nesta ocasião foi realizada na Associação de Moradores do Bairro Indubrasil, onde a comunidade região teve a oportunidade de apresentar suas sugestões e reivindicações.

 

Asfaltamento e sinalização das ruas do bairro foram as principais reivindicações apresentadas pelos líderes da região.

 

A conselheira do Bairro Indubrasil, Roselândia Cardoso destacou que o asfalto é um sonho antigo dos moradores. “Precisamos de asfalto na linha do ônibus. Aqui só tem asfalto no Núcleo Industrial. Não temos nem esgoto. Precisamos também de sinalização na BR-262 que é muito movimentada. E por fim, quero pedir a ajuda dos vereadores para que possamos reaver a área da Associação de Moradores, porque tem gente morando lá e estamos perdendo projetos importantes por causa da falta da área”, afirmou.

 

Já o conselheiro da Região Urbana do Imbirussu, Luiz Felipe solicitou a limpeza de uma área no fundo do Posto de Saúde. “Gostaria de pedir que os vereadores dessem uma atenção especial para a nossa comunidade. Sofremos com esse cheiro do curtume, as ruas estão cheias de mato e lixo”, frisou.

 

Segundo a presidente da Associação do Novo Indubrasil, Florência Cristaldo a região precisa de uma escola municipal. “Não temos aqui uma escola municipal, apenas uma estadual e as crianças são obrigadas a irem até Campo Grande para estudar. Aqui precisa urgentemente de asfalto na linha do ônibus. O Posto de Saúde precisa de ginecologista, só temos pediatra e o clínico geral que atende a tarde é muito rude com os pacientes”, desabafou.

 

De acordo com o presidente do Conselho Regional do Imbirussu, “os conselheiros estão cada vez mais desanimados. Pedimos e não somos atendidos. A Câmara está fazendo o papel dela, nunca vimos uma Câmara tão ativa, mas o Executivo não está atendendo nossas solicitações. A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida está com os ventiladores quebrados, pedimos para consertar, mas eles só foram lá e olharam e ainda retiraram o insul film da janela, piorando ainda mais o calor e sol que atinge os pacientes que ficam mais de 2 horas esperando atendimento. A Vila Romana também precisa de asfalto. O Jardim Aeroporto está com todas as bocas de lobo entupidas”, reivindicou Elvis.

 

O morador do bairro Indubrasil, Daniel de Souza reclamou muito da poeira e lama ocasionadas pela falta de asfalto na região. “Aqui você sai ou vermelho de poeira ou sujo de lama. Tem que asfaltar o Bairro Jardim Napólis também. Precisamos de cobertura nos pontos de ônibus. Na chuva as crianças ficam molhadas esperando o ônibus. Aqui já somos associados a sujeira e barro, porque os ônibus que vêm pra cá ficam sempre sujos”, relatou.

 

O cascalhamento e patrolamento do bairro Jardim Carioca foi solicitado pela presidente da Associação de Moradores, Miriam de Souza Rolon. “Queremos também uma pista de caminhada para os idosos. No Posto do Bairro Serradinho, que atende o Jardim Carioca, quase nunca tem médico, os médicos que vão pra lá ficam só 2 ou 3 meses e depois saem. Hoje mesmo estamos sem médico. Precisamos de um médico com urgência”, afirmou.

 

A diretora da Escola Estadual Prof. Ulisses Serra, Enilde Nóbrega reivindicou a colocação de uma faixa elevada tipo “traffic calming” em frente à escola, para garantir mais segurança aos alunos. “Temos um movimento intenso de carros pesados e nosso alunos são crianças a partir dos 6 anos, que estão no ensino fundamental e ficam sujeitos ao perigo. Peço ainda sinalização em frente à escola. Infelizmente nossa escola não tem biblioteca e precisamos muito de uma”, solicitou.

 

Para o presidente da Associação de Moradores da Vila Secco Thomé, Ademir Bueno, mais conhecido como “Jacó”, “é motivo de orgulho receber a Câmara aqui hoje. Precisamos muito dos vereadores e os vereadores precisam muito de nós. O nosso parquinho aqui da Associação já tem 8 anos e precisa d uma reforma. Precisamos de reforço no Posto Policial, que só tem um policial e de vez em quando passa uma viatura pelas ruas. O nosso Posto de Saúde está uma vergonha. Queremos também uma academia ao ar livre e a limpeza do nosso campo de futebol”, elencou.

 

O presidente do Bairro Petrópolis, Antonio Carlos fez um apelo aos parlamentares: “é preciso que se faça uma mudança de paradigma com relação às nossas reivindicações. Se possível, peço que a Câmara crie uma comissão interna para analisar tudo que está pendente, para que isso fosse repassado aos conselheiros. Porque representamos a comunidade e a comunidade precisa de uma resposta”.

 

A sessão contou com a presença dos vereadores Carla Stephanini, Carlão, Coringa, Juliana Zorzo, Ayrton de Araújo do PT, Zeca do PT, Engenheiro Edson, Professor João Rocha, Mario Cesar, Chocolate, Chiquinho Telles, Alex do PT, Airton Saraiva e Gilmar da Cruz.

 

Paulline Carrilho
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.