logo
07.11.2017 · Vereador Ademir Santana
Aprovado, em primeira discussão, Projeto de Ademir Santana sobre Agricultura Urbana em Campo Grande
ademir_2

Na sessão ordinária dessa terça-feira (7) a Câmara Municipal de Campo Grande aprovou por unanimidade, em primeira votação, o projeto de lei de autoria do vereador Ademir Santana, que trata de implantação da agricultura de hortifruti em terrenos baldios de Campo Grande. 

O projeto, que é assinado também pelos vereadores João Rocha, Eduardo Romero e Dr. Lívio, tem como um dos objetivos principais reduzir a defasagem da produção local de frutas e verduras, o que faz com que Campo Grande importe a maioria desses itens de consumo de outros estados. Sobre isso, o Vereador Ademir Santana ressaltou, como argumentação para a aprovação: “Noventa por cento do que a gente consome aqui vem de fora. Só do estado de São Paulo importamos algo em torno de cinquenta milhões de reais todos os anos. Isso é prejuízo para o município e para todos nós.”

Como o projeto prevê a ocupação de áreas públicas ociosas, a aprovação final e sanção por parte do prefeito Marquinhos Trad será fundamental, segundo o vereador, para resolver outros problemas que afetam a capital. “A ideia do projeto é auxiliar para que o Cinturão Verde de Campo Grande, criado em 1970, seja fortalecido e consiga atingir seus objetivos de melhorar a economia local, ocupar ordenadamente os espaços públicos vazios e ainda gerar benefícios diretos à prática do turismo e da cidadania”, destacou o autor do projeto.

Ademir Santana fez questão de frisar que o projeto foi elaborado de maneira a deixar bem fechados os pontos importantes para torna-lo executável, como por exemplo o atendimento ao que dizem a lei de zoneamento do município e a lei de impacto de vizinhança. “Tudo foi pensado e repensado de forma a harmonizar o projeto aos aspectos legais já existentes. Vários vereadores me ajudaram com suas emendas e assim adequamos o projeto original à legislação sanitária, de meio ambiente e também à lei do uso do solo e ao plano diretor do município. É um projeto abrangente e executável, não tenho dúvida disso”, comemorou Ademir. 

Para que seja colocado em prática o projeto deve ir, em breve, à segunda votação e, caso seja aprovado, deve passar pela sanção do prefeito Marquinhos Trad. Sobre isso o autor se diz muito confiante. “Já sinto o projeto aprovado, afinal ele está totalmente em harmonia com todas as questões legais, tratando-se de uma saída fundamental para a autossuficiência da nossa capital em alimentos hortifruti, além do que, como eu já disse outras vezes, vai ser uma forma da gente promover a inclusão social, o aumento da renda das famílias do entorno das hortas, a prevenção de doenças, a ocupação adequada de áreas ociosas e ainda uma maneira responsável e muito saudável de projetar o nosso município no cenário nacional”, finalizou Ademir Santana.

 

Guto Dobes

Assessoria de Comunicação do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.