logo
25.10.2019 · Vereador Dr. Livio
Acaba cobrança dupla de Imposto e turismo em Campo Grande fica competitivo
img_0722_ver_dr_livio_fto_izaias_medeiros

O Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) era recolhido duas vezes e deixava o contribuinte pagando mais caro pela bitributação que prejudicava o setor de turismo em Campo Grande e o deixava menos competitivo. Campo Grande sempre perdeu eventos por esta questão municipal. Hoje (25), a situação mudou com a sanção da Lei Complementar n.363, de 24 de outubro de 2019.

Ela Altera dispositivo da Lei Complementar n. 59, de 2 de outubro de 2003, que dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) incidente sobre os serviços prestados por agências e operadoras de turismo no Município de Campo Grande. Em 2017, representantes do setor de turismo procuraram o vereador Dr. Lívio para resolver o impasse que acontecia com o ISSQN.

“Quando as agências emitiam a nota pagavam o imposto e quando os hotéis emitiam pagavam de novo. Encarecia o serviço. Com a lei alterada regula e fica bem específico e discriminado o que tem que ser pago. A Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV-MS) e a Secretaria Municipal de Turismo contribuíram para a elaboração desta lei complementar que só vai fomentar e melhorar o turismo e, consequentemente, a economia de Campo Grande”, explicou Lívio.

Lei Complementar:

Agora passa a funcionar da seguinte forma:

“Art. 65. Para os serviços descritos no subitem 9.02 da Lista Anexa, a base de cálculo do ISSQN é a receita bruta auferida, deduzidos os valores repassados a terceiros por conta da efetiva prestação dos serviços contratados pelo cliente.

Parágrafo único. Para apuração da base de cálculo disposta no caput deste artigo, o prestador do serviço, nele identificado, deverá discriminar na sua Nota Fiscal de Serviços, o valor por ele repassado a terceiros, correspondente aos serviços subempreitados.” (NR) Art. 2º Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação”.

 

Rafael Belo

 

Assessoria de impressa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.