logo
09.08.2018 · Pauta
Vereadores aprovam seis Projetos na sessão desta quinta-feira
img_5014_vereadores_na_sesso_fto_izaias_medeiros

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram, na sessão ordinária desta quinta-feira (9), seis Projetos.

Em regime de urgência foi aprovado o Projeto de Lei 9.030/18, de autoria do Executivo Municipal, que institui o sobá como prato típico do município de Campo Grande-MS.

Em segunda discussão e votação os vereadores aprovaram três Projetos. O Projeto de Lei 8.651/17, de autoria dos vereadores Eduardo Romero, Gilmar da Cruz, Delegado Wellington, Veterinário Francisco e Dr. Lívio, que institui o “Programa Lagoa Itatiaia Viva” no âmbito do município de Campo Grande-MS e dá outras providências.

E o Projeto de Lei 8.860/18, com uma emenda, de autoria do Vereador Odilon de Oliveira, que dispõe sobre a transmissão ao vivo do áudio e vídeo das licitações públicas realizadas no município de Campo Grande, por meio da internet, no portal da transparência, e dá outras providências.

Também o Projeto de Lei 8.927/18, de autoria do vereador Eduardo Romero, que institui e inclui no calendário oficial de eventos e de programações do município de Campo Grande-MS, o Dia Municipal do Conselheiro Tutelar e dá outras providências.

Já em primeira discussão e votação os vereadores aprovaram mais dois Projetos. O Projeto de Lei 8.828/18, de autoria do Vereador William Maksoud, que autoriza o Poder Executivo Municipal a instituir o banco de cabelos para crianças e adolescentes portadoras de câncer no município de Campo Grande e dá outras providências.

E o Projeto de Lei 8.929/18, com uma emenda, de autoria do vereador Ayrton Araújo do PT, que institui a Semana de Orientação e Prevenção da Gravidez na Adolescência, no âmbito do município de Campo Grande e dá outras providências.

 

Dayane Parron
Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.