logo
17.08.2017 · Palavra Livre
Subsecretária de Políticas para a mulher defende na Tribuna aprovação da PEC 134

A sessão ordinária desta quinta-feira (17) contou com a participação da subsecretária de Políticas para a Mulher, Carla Stephanini, que usou a Tribuna para defender aprovação da PEC 134. O convite foi feito pela vereadora Dharleng Campos. 

Para Carla Stephanini a aprovação da PEC 134 é uma bandeira suprapartidária, “A PEC 134 reserva uma cota de vagas para as mulheres na Câmara dos Deputados, assembleias legislativas e câmaras municipais, pelo menos 10% na primeira eleição depois da aprovação da PEC, 12% na segunda e 16% na terceira, esta é uma bandeira suprapartidária, porque ela é um desejo de todas as mulheres, de todos os partidos, nós sabemos que não é o ideal, mas é o primeiro passo”, defendeu.

“O Brasil, infelizmente, quando se trata da representatividade política das mulheres só ganha do Haiti, nos demais países dos demais continentes, Oriente Médio, África, onde sabemos que as mulheres sofrem restrições ainda estão na frente do Brasil. A lei de cotas não foi suficiente para corrigir esse déficit da nossa representatividade, ainda que a legislação obrigue os partidos políticos  preencherem sua legenda com 30 % de mulheres, não cumpriu seu papel, que era fomentar a participação das mulheres, por isso, a necessidade dessa PEC”, reforçou.

Segundo Carla Stephanini é necessária à conscientização da população sobre a importância da PEC, “Precisamos buscar apoio da sociedade, dos movimentos das mulheres e também desta Casa de Leis, temos que ter as mulheres compartilhando as decisões políticas com os homens, a mulher pode contribuir nas diversas discussões do País, o primeiro impacto será justamente nas casas legislativas, onde existe uma profunda falta da presença das mulheres”, ressaltou.

Por fim, Carla Stephanini reforçou: “deixo aqui este convite para cada um, para que some conosco nesta mobilização, nesta causa suprapartidária, que é eleição de mais mulheres através da aprovação da PEC 134. Nós precisamos de mais mulheres no parlamento. Sim, a PEC 134”, engajou.

Dayane Parron

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.