logo
14.03.2019 · Vereador Delegado Wellington
Segurança nas escolas é prioridade para o Vereador Delegado Wellington
img_45421452_1

O Vereador Delegado Wellington manifestou sua preocupação durante a Sessão Ordinária desta quinta-feira (14), conforme o Vereador afirma, a segurança nas escolas tem de ser olhada com uma forma diferenciada, pois tragédias como a que aconteceu em Suzano – SP poderiam ter sido evitadas se tivesse sido investido, mínimo em segurança.

“Casos como o ocorrido em Suzano, que nos coloca em choque, a solução seria, colocar mais arma de fogo nas ruas? Será? aí vem pensamentos de que ira melhorar a segurança dando armas pra todo mundo sendo que, não temos o básico dos serviços públicos, eu tenho um filho que vai pra escola todos os dias, escola não é ambiente de violência, e sim, de se aprender, e o que aconteceu na escola de Suzano, onde tiveram mortos e feridos, e não se sabe os motivos deste ataque se ideológica ou bullying, o que precisamos que situações como esta, é que não cheguem a nossas escolas, e só não acontecerá, se nós tomarmos atitudes preventivas. Eu tive o prazer, de ser o autor de uma Lei de combate a violência escolar, mas pra que essa lei ocorra, precisamos sair de nossa zona de conforto e ir até as escolas, verificar a qualidade de nossas escolas, de nossos alunos, de ensino, qualidade psicológica e o que acontece no ambiente escolar, aí, a importância, de assistentes sociais nas escolas, que fazem esse mapeamento, e apresentem as soluções para que situações iguais estas não aconteçam, em nenhum lugar do planeta”, destacou o Vereador Delegado Wellington.

Durante a Sessão, foi aprovado em segunda discussão e votação o projeto de Lei N.º 9.069/18, que institui nas escolas da rede municipal de ensino, o programa “escola avisa”, com intuito de comunicar aos pais ou responsáveis a ausência do aluno na escola, de autoria dos Vereadores Valdir Gomes e Delegado Wellington.

Programa visa informar os pais ou responsáveis, sobre a evasão escolar, informando os mesmos sobre, o não, comparecimento dos alunos em sala de aula. Outro ponto, importante a salientar, é a evasão escolar, que constitui um dos mais graves problemas de ensino no país.

 A Lei de nº 5.856, estabelece diretrizes para a política de combate à violência nas escolas, é pautada por diversas diretrizes, entre elas, o monitoramento das condutas ou atos de violência ocorridos no ambiente escolar envolvendo alunos, professores, dirigentes e agentes públicos, que atuam nas escolas e identificação dos estabelecimentos de ensino com maior número de ocorrências relacionadas à violência.

Para o Vereador Delegado Wellington a lei de nº 5.856, colabora para a melhoria e a qualidade dos serviços educacionais prestados, proporcionando um ambiente adequado ao aprendizado e desenvolvimento do educando.

“Em relação ao combate à violência nas escolas, de acordo com a peculiaridade de cada unidade escolar, o Poder Público, sempre que possível, adotará, entre outras, as medidas de implantação de projetos pedagógicos específicos nas escolas que sofrem com os maiores índices de violência. Essas ações promoverão prática de cultura da paz, campanhas educativas de conscientização, valorização da vida e do exercício da cidadania”, explica o Vereador Delegado Wellington.

O Vereador Delegado Wellington é membro permanente da Comissão de Educação da Câmara Municipal.

De autoria do Vereador Delegado Wellington o Plano Municipal de Segurança Pública, instituída através da Lei n.º 5865/17, contempla a Educação como uma propensa de segurança pública.

Sidney Araujo

Assessoria de Imprensa do Vereador

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.