logo
27.09.2017 · Câmara Participativa
Na Semana do Idoso,Câmara Participativa debate a efetivação de Políticas Públicas Municipais para a terceira idade
img_6358_sessao_participativa_fto_bruno_ribeiro

Dentro da programação da Semana do Idoso, os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande realizaram na manhã desta quarta-feira (27), a 4 ª edição da Câmara Participativa para debater com a população e entidades relacionadas com o tema, novas Políticas Públicas Municipais para a terceira idade.

O debate faz parte da programação de ações da Semana do Idoso, instituída por meio da Lei n° 4.789/09, que está sendo promovido em Campo Grande, no Asilo São João Bosco, que iniciou suas atividades no dia 25 de setembro e se estenderá até o dia 1° de outubro, com a realização de palestras educativas, baile de idosos, jogos da Terceira Idade e Missa de Ação de Graças. 

Na ocasião, foi entregue um diagnóstico elaborado pelo Conselho Regional de Economia (Corecon/MS), em parceria com a Câmara Municipal para promover políticas públicas para a melhoria do atendimento ao idoso em Campo Grande.

Para o presidente do Conselho Regional de Economia de Mato Grosso do Sul, Thales de Souza Campos, o diagnóstico foi elaborado pela escassez de informações sobre a população idosa que reside em Campo Grande. "Este diagnóstico elaborado pelo conselho em parceria com Câmara de vereadores não está concluído, é apenas um diagnóstico preliminar para recebermos das entidades envolvidas com a temática e da sociedade civil organizada novas opiniões, críticas, para juntos, elaborarmos novas políticas públicas efetivas para os idosos”, esclareceu.

De acordo com o presidente da Casa de Leis, vereador Prof. João Rocha, "É uma satisfação para a Câmara estar presente no Asilo São João Bosco, que tem uma história de serviços prestados aos idosos da nossa cidade, uma entidade respeitada que já passou por altos e baixos, mas que nunca deixou de cumprir com sua função, amparado por grandes parceiros e voluntários. A Câmara dispõe de diversas leis que são ferramentas importantes para a conscientização e elaboração de políticas públicas para os idosos, mas estão no papel, para que se tornem realidade precisamos tomar atitude, por isso, estamos aqui realizando a Câmara Participativa, para que possamos ouvir da população sugestões para elaboração de novos projetos para tratar melhor nossa população de idosos”, salientou.

Segundo o vereador Delegado Wellington, "Temos que pensar que um dia seremos idosos, esta é a nossa realidade, com o aumento da expectativa de vida, precisamos nos preocupar com as políticas públicas para a população idosa, nos preparar para um futuro próximo, isso significa iniciarmos um trabalho com os jovens para tratar com respeito os nossos idosos, buscar melhorias no atendimento do setor público, Campo Grande tem poucos geriatras”, alertou.

Já o presidente da Associação do Asilo São João Bosco, Gersino José dos Anjos ressaltou alguns avanços necessários no Fundo Municipal dos Idosos para sua maior efetividade, "Chegamos à conclusão, através de uma palestra realizada nesta Semana do Idoso, de que a Lei que criou o Fundo Municipal do Idoso necessita de avanços, uma ponto é a necessidade de maior transparência e da possibilidade de realizar pagamento do pessoal, não apenas pagamento de serviço como é previsto no fundo”, avaliou.

O Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Campo Grande-MS, Dom Vitório Pavanello, agradeceu a sensibilidade da Câmara em trabalhar a problemática. "Quero agradecer a câmara por vir estudar, dialogar e debater as problemáticas. O idoso precisa ser tratado com amor e dignidade. A sociedade civil tem que tomar consciência da importância da saúde para todos cidadãos, de que as obras realizadas pelas igrejas são obras que o governo tem que assumir, precisamos, juntos, trabalhar pelo bem do próximo”, enfatizou.

 O Vereador Valdir Gomes destacou algumas ações de seu mandato realizadas em prol da terceira idade. "Quando fui eleito, tinha uma grande preocupação com a terceira idade, elaborei um projeto que hoje já é uma realidade, que instituiu a Vila do Idoso, ontem, tomei conhecimento que vai ser construída atrás do Palácio Popular da Cultura, Campo Grande vai ter sua primeira vila para os idosos, graças também a um prefeito que tem voltado seu olhar para a terceira idade, outra ação do meu gabinete foi doar toda minha emenda parlamentar para o Vovó Ziza. Estou conseguindo assumir os meus compromissos com a população”, afirmou.

Para o vice-presidente da Comissão Permanente de Assistência Social e do Idoso, vereador Betinho, "Precisamos trabalhar em cima das leis que estão sendo desrespeitadas, todos nós queremos uma velhice com dignidade”, reforçou.

De acordo com o vereador Dr. Wilson Sami, quando se fala em qualidade de vida para os idosos é proporcionar aos idosos seus direitos. "Nós temos que cobrar do nosso gestor uma nutricionista, um neurologista, saúde bucal, isso não tem que ser oferecido voluntariamente, tem que ser oferecido pelo nosso gestor, temos que brigar por esses direitos”, frisou.

A presidente da Comissão Permanente de Assistência Social e do Idoso, Enfermeira Cida Amaral, também lamentou a falta de políticas de saúde pública para a terceira idade "Não posso deixar de falar no meu desconforto, em ver as políticas de saúde pública não contemplando o idoso da maneira que ele merece, precisamos ter políticas públicas eficientes”, reforçou.

O Vereador Gilmar da Cruz em seu discurso alegou: "O que o poder público tem que fazer para os idosos, muitas vezes, as igrejas estão fazendo”, disse.

Para o 1° secretário da Casa de Leis, vereador Carlão, "A Câmara tem proporcionado instrumentos, através das leis, ao Executivo Municipal para que por intermédio de parcerias possa fazer políticas públicas eficientes para os idosos”, acrescentou.

Por fim, o Presidente da Casa de Leis, Prof. João Rocha citou algumas leis, "Esta Casa de Leis tem promovido leis importantes para os idosos, como a Lei n. 4.789/09 que criou esta Semana do Idoso, a Lei n. 5.870/17 que autoriza a criação do programa Cuidador de Idosos, a Lei n. 4.885/10, que dispõe sobre programa de Envelhecimento Ativo e, estas leis, só podem ser implementadas pelo Executivo Municipal, temos que cobrar a aplicação destas leis, eventos desta natureza são importantes para chamar a consciência de cada um para fazer a sua parte, precisamos de mais aliados, estamos sensíveis com a causa, mas precisamos sair daqui a fim de buscar mais parceiros para realizarmos um efeito multiplicador no respeito e dignidade com a terceira idade”, complementou.

Confira a programação completa da Semana dos Idoso:

Dia 25 – 2ª feira = Abertura: Entrega de Homenagem – 19h.

Dia 26 – 3ª feira = Palestra: Fundo Municipal dos Idosos (CRC)–com Dr. Ruberlei Bulgarelli Reune –Presidente do Conselho Regional de Contabilidade da entidade (CRC/MS)- 19h.

Dia 27 – 4ª feira = Sessão Participativa da Câmara Municipal de Campo Grande no Asilo São João Bosco - 9h.

Dia 28 – 5ª feira = Palestra: Envelhecimento Saudável, com Dra. Maristela Harume Ogatha Tabosa – Cardiologista e Geriatra - 19h.

Dia 29 – 6ª feira = Jogos da Terceira Idade– das 14h às 19h.

Dia 30 – Sábado = Baile dos Idosos das 14h às 18h.

Dia 1º - Domingo = Missa de encerramento - Ação de Graça – Celebração: Dom Vitorio e Pe. Oralino, na Capela do Asilo São João Bosco – 9h.

Dayane Parron

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Acessibilidade com Libras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Campo Grande pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras. Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.